sexta-feira, 8 de junho de 2012

LUTO EM ITANHAÉM





Ex-prefeito Miguelzinho morre aos 87 anos

Miguel Simões Dias governou o município em duas ocasiões (1969/1972 e 1977/1982), além de ter sido vice-prefeito e presidente da Câmara

Morreu na noite desta quinta-feira, aos 87 anos, o ex-prefeito itanhaense Miguel Simões Dias, popularmente conhecido como Miguelzinho, que governou o município em duas ocasiões: 1969/1972 e 1977/1982. Em ambos os casos, foi eleito pelo voto popular.

O ex-prefeito estava internado no Hospital Regional de Itanhaém. O velório acontece durante esta sexta-feira, na sala nobre da Câmara Municipal de Itanhaém. O enterro será neste sábado, às 9 horas, no Cemitério do Centro.

Miguelzinho era viúvo da professora Maria Graciete Dias, com quem teve seis filhos, sendo que um deles, Miguel Simões Dias Junior, já é falecido.

Nascido no então bairro de Peruíbe, que pertencia a Itanhaém, em 29 de setembro de 1924, era filho de Alfredo Simões Dias e Maria Ataulo Dias.

Trajetória profissional
Miguelzinho foi gerente da Caixa Econômica Federal entre 1954 e 1955. Em 1956, passou a trabalhar na Prefeitura de Itanhaém, onde se aposentou no cargo de Diretor de Departamento.

Trajetória política
Nas primeiras eleições diretas de Itanhaém, em 1947, aos 23 anos de idade, concorreu a prefeito e foi derrotado por Harry Forssell. Foi eleito vereador na legislatura seguinte (1952/1955); foi vice-prefeito em quatro oportunidades (1956/1959; 1960/1963; 1964/1968). Pela legislação da época, o vice-prefeito era escolhido em chapas separadas do candidato a prefeito. Já nas eleições de 1992, foi eleito vice-prefeito na chapa do prefeito Edson Baptista de Andrade. Em 2000, foi eleito vereador e foi presidente da Câmara no biênio 2001/2002.

(Com informações extraídas do livro "Itanhaém Histórica", que traz várias passagens da vida do ex-prefeito Miguel Simões Dias)