quarta-feira, 27 de julho de 2011

Notícias do Litoral


Elektro abre inscrições para programa de estágio

Na segunda-feira, 1° de agosto, têm início as inscrições para o Mais Energia, programa de estágio da Elektro, empresa distribuidora de energia elétrica para 223 cidades no Estado de São Paulo e cinco no Mato Grosso do Sul. Os interessados em participar do processo seletivo devem se inscrever no site da Elektro - www.elektro.com.br - até o dia 11 de setembro. Serão oferecidas aproximadamente 30 vagas.

O programa de estágio da Elektro tem o objetivo de buscar novos talentos para a organização e proporcionar ao estagiário, uma visão integrada do ambiente empresarial, sem perder de vista o desenvolvimento destes jovens.

O programa é direcionado para universitários do penúltimo e último ano em 2012. Para participar do processo de seleção, o estudante deve ter inglês intermediário, disponibilidade para estagiar no mínimo 18 horas semanais e estar cursando as faculdades de: Engenharias Elétrica, Mecânica, de Computação e Telecomunicações, Administração de Empresas, Estatística, Ciências Econômicas, Sistemas da Informação, Análise de Sistemas, Ciências da Computação, Jornalismo, Relações Públicas, Propaganda e Marketing, Direito e Psicologia. Serão abertas vagas nas cidades de Andradina, Votuporanga, Itanhaém, Ubatuba, Limeira, Registro e Atibaia de acordo com as necessidades da empresa.

Além das inscrições no site, o processo de seleção prevê a análise qualitativa da ficha de inscrição, testes virtuais de inglês e raciocínio lógico, dinâmica de grupo e entrevista.

Os benefícios que a Elektro oferece são: assistência médica, vale refeição, auxílio transporte, bolsa auxílio conforme carga horária de estágio, seguro de vida em grupo e o Programa Estar Bem Elektro (academia, acesso a atividades culturais, entre outras ações gratuitamente).

SERVIÇO
Evento: Processo seletivo para o Programa de Estágio da Elektro
Data: inscrições de 1° de agosto a 11 de setembro
Local: www.elektro.com.br

.

terça-feira, 26 de julho de 2011

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Câmara de Praia Grande abre concurso público para preencher 10 vagas

A Câmara Municipal da Estância Balneária de Praia Grande está com inscrições abertas até o dia 12 de agosto para preencher 10 vagas, quatro para agente administrativo, uma para telefonista, duas para recepcionista, duas para operador técnico de computação e uma para contador.

O valor da inscrição para as vagas que exigem apenas ensino médio é de R$ 34 e para as que pedem curso superior de R$ 45. Cada vaga tem requisitos específicos de escolaridade e função. Os salários variam entre R$ 900,00 e R$ 2.666,66, com carga horária de 33 horas semanais.

Os interessados podem fazer as inscrições preferencialmente pelo site www.omegaitu.com.br e os que não têm acesso podem fazer a inscrição na Câmara Municipal da Estância Balneária de Praia Grande, situada na Praça Vereador Vital Muniz nº 01, Boqueirão, de segunda à sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h (exceto feriados e pontos facultativos).

Para fazer a inscrição no local é necessário levar uma cópia legível do documento de identidade.

Mais informações, edital do concurso e inscrições através do site www.omegaitu.com.br.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Aniversário do jornal


22 de julho
Agradecemos a todos que estão enviando mensagens de congratulações ao jornal Fatos de Itanhaém pelos seus 16 anos de existência, comemorados hoje, dia 22 de julho.
Na foto acima, o Fatos número 1, que já mostrava a vocação do jornal para a cobertura dos três temas escolhidos como âncoras da Redação: Política, Comércio e Esportes.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Educação


Rede estadual promete integrar ensino médio a técnico em 2012

Na tentativa de melhorar tanto a mão de obra no Estado quanto o ensino médio, o governo de SP decidiu integrar aulas regulares de suas escolas a cursos técnicos. A rede oferecerá duas opções: currículo médio básico totalmente integrado a cursos públicos profissionalizantes; ou cursos técnicos fora do horário de aula, em instituições credenciadas. Em ambos casos os jovens que optarem pelo modelo receberão diploma de ensino médio e técnico, em áreas como eletrônica, telecomunicações ou gestão, entre outros.
O programa será apresentado nos próximos dias e começará em outubro. Serão 30 mil vagas na opção de cursos fora do horário de aula. O início da modalidade integrada deve ser em 2012.
A meta do governo Geraldo Alckmin (PSDB) é que, até 2014, tenham ensino técnico 30% dos 1,3 milhão de alunos do seu ensino médio. Responsável por mais de 85% das matrículas do Estado, a rede enfrenta dificuldades nessa etapa. No último Saresp (exame estadual), a nota dos alunos caiu. Além disso, só 62% dos jovens que ingressam no ensino médio se formam. “O estudante tem baixa autoestima e muitas vezes nem presta vestibular. Se ele não vir possibilidade de inserção no mercado de trabalho, vai desistir da escola”, disse o secretário de Educação, Herman Voorwald.
Para fazer o curso técnico, o jovem precisará estar matriculado na escola estadual. A secretaria aposta ainda na possibilidade de as aulas na rede melhorarem. “Os alunos passarão a trazer questões do mundo profissional para a escola”, afirma a assessora técnica da pasta Lúcia Lodi, uma das responsáveis pelo programa.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Noticias do Litoral Sul


PERUÍBE PROMOVE FESTIVAL GASTRONÔMICO EM JULHO

Ravioli de abóbora e amêndoas. Filé de linguado com crosta crocante. Esses são alguns dos pratos que poderão ser saboreados de sexta-feira até dia 31, durante o Festival Gastronômico Show & Sabor de Peruíbe.
A quinta edição do evento conta com a participação de 14 estabelecimentos. Os preços dos pratos variam de R$ 12 a R$ 50.
Além de comer bem, ainda será possível ajudar o Fundo Social de Solidariedade (FSS) e a Secretaria de Turismo, uma vez que será destinado R$ 1,00 para cada um deles, por prato vendido. Os recursos serão aplicados em projetos sociais e turísticos da Cidade.

Ao final da refeição, os clientes receberão um cupom de avaliação do estabelecimento, do prato e do atendimento recebido. Quem preencher vai concorrer a um final de semana na Cidade, com hospedagem em um hotel. A expectativa é de que sejam servidos cerca de 1.500 refeições. Para isso, os estabelecimentos vão colocar banners na entrada, indicando a participação no festival, e os hotéis e pousadas irão distribuir um guia de 20 páginas com a lista dos restaurantes e lanchonetes do evento e pontos turísticos da Cidade. No ano passado, foram servidos cerca de mil refeições pelos estabelecimentos que participaram do festival.

Onde aproveitar o Festival Gastronômico:


A TOKA DO LULA - Av. Cezário Maria Farias, 86 – Guaraú.
BARBATANA - Av. Padre Anchieta, 2157 – Stella Maris.
BEIRAMAR - Av. Gov. Mário Covas Jr., 869 – Centro.
BOLINHO DE BACALHAU - Av. Rubens Ferreira Martins, 677 – Estação.
BRISAMAR -  Alameda Barão de Mauá, 827 – Centro. CAFÉ FAROL  - Av. Padre Anchieta, 1025 – loja 10 – Centro.
CHOPERIA BEER-UTA - Av. Gov. Mário Covas Jr., 403 – Centro.
ESCONDIDINHO’S - Av. Padre Anchieta, 957 – Centro.
IRASHAI  -  Rua dos Pescadores, 42 – Centro.
MAMMA LINA PIZZA NA PEDRA - Av. Central, 643 – Guaraú.
PÃO DE MAÇÃ - Av. Padre Anchieta, 4388 – Nova Peruíbe.
TILINHA’S - Av. Padre Anchieta, 909 – Centro.
TRECENTO PIZZA - Av. Padre Anchieta, 5087 – Jd. Márcia
TURÍSTICO - Av. Padre Anchieta, 5577 – Parque Turístico.

Vale lembrar que no ano passado foi lançado o prato típico da cidade, o “Cação a Peruíbe”, que continua sendo comercializado nos seguintes estabelecimentos: A Toka do Lula, Barbatana, Bolinho de Bacalhau, Turístico, Estrela de Peruíbe, Mamma Lina e Novo Modan.

.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Jornal de Itanhaém



Clube Social

Náutico investe em novo gramado no campo de society

Campanha entre sócios viabilizou o investimento

O Clube Náutico de Itanhaém, o mais tradicional do Município, está com um novo campo de futebol society para os associados e para locação.
Através de uma ação entre os associados, foi possível angariar a soma necessária para contratar a empresa responsável pela qualidade do novo gramado.

Além da reforma, foi possível aumentar as áreas de escape (laterais e fundos) para segurança dos jogadores. O projeto envolveu a colocação de 1500m2 de grama sintética nova, de última geração. Trata-se do mesmo material utilizado em clubes como o Cruzeiro/MG, Juventus/SP, Banespa/SP, Pinheiros/SP e o Satélite/Itanhaém.
O investimento, de aproximadamente R$ 130 mil, serão pagos de forma parcelada.

As reservas de horários (preços promocionais a partir de R$ 250 - 1h10) já podem ser feitas na secretaria, através do telefone 3426-1127.

Na foto: O presidente Rodolfo Lamping e o diretor Marcos Ramiro conferiram a qualidade na aplicação do novo gramado

sexta-feira, 8 de julho de 2011

SUSTENTABILIDADE


Instituto Ernesto Zwarg terá extensa programação em seu 1º aniversário

Em reunião promovida na última semana, foi apresentado um roteiro das ações que devem ser promovidas para marcar a passagem do primeiro ano de atuação do IEZ

A ACAI sediou na última semana uma reunião entre os diretores do Instituto Ernesto Zwarg (IEZ), representantes da ACAI, da Administração Pública e da sociedade civil organizada.
A intenção foi discutir o roteiro das ações que serão promovidas em setembro, quando se comemora o primeiro ano de atuação da entidade ambiental, criada para preservar o legado histórico de Ernesto Zwarg.

O evento principal será a realização de um seminário sobre preservação do meio ambiente, com o objetivo de informar e debater com a comunidade os impactos causados em Itanhaém e região pela futura exploração do pré-sal. Além dos debates, a intenção é formular políticas e propostas que sejam devidamente acolhidas pelo Poder Público e colocadas em prática.

O primeiro seminário será realizado nos dias 10 e 11 de setembro e debaterá o tema Resíduos Sólidos, reunindo projetos ambientais da cidade, com palestras, e exibição de filmes. O público alvo das ações é a comunidade em geral, estendendo convites para as mídias regionais, escolas, ETEC, associações e poder público.

A ideia inicial da programação prevê a realização no sábado, dia 10 de setembro, de ações diversas, exposição dos projetos e debates no gramado na praia do Centro e no salão da ACAI. À noite, ocorrerão palestras. Um dos convidados será Maurício Waldmam (doutor em Águas pela USP, com pós-doutorado em Resíduos Sólidos na unicamp). Em sua explanação, trará um panorama sobre o lixo em geral e focará o lixo marinho. Também está prevista uma palestra com o empresário Aires Mauro de Freitas, da Air-Plast Beneficiamento de Termoplásticos Ltda (Respeito ao Meio Ambiente). Aires percorre o Brasil fazendo palestras sobre o meio ambiente.

Está prevista ainda a exposição “Museu Biológico”, do biólogo marinho e taxidermista Renato Navilli. que é secretário de educação ambiental do IEZ. Ele também promoverá distribuição de mudas nas tendas, tendo em vista a proximidade do Dia da Árvore e da Primavera.

Outra atividade prevista é a apresentação de dois curtas metragens (aquecimento global e cultura caiçara, pelo produtor cultural Doty Luz, filho da terra. Já no dia 11 de setembro também estão previstas ações diversas, exposição dos projetos e debates temáticos sobre sustentabilidade.

Legenda da foto: Em reunião promovida no último dia 1o de julho, na ACAI, as presenças de: Rodrigo C. Forte Costa (ETEC); Renato Navilli (IEZ); Alana Leone (IEZ); Roseli Fernandes (IEZ); Graziella Bechelli D. Almeida (diretora de Cultura da ACAI; Vinícius Camba Almeida (secretário municipal de Urbanização); Rosana Bifulco Oliveira (secretária municipal de Meio Ambiente); Eliseu Braga Chagas (presidente da ACAI); Graciela P.V. Salles (Impacto Academia); André Barbosa (ECOSURFI); Odil Vasques (da Associação dos Produtores Rurais da Microbacia Hidrográfica do Rio Branco); Doty Luz (da produtora Café Cuxá Filmes); César Alves Henriques (diretor de eventos ACAI); Roseli R. da Cunha (Cooperativa Reciclando a Favor da Vida); Everson P. Seregati (IEZ); Adriana M. Magalhães (ICMBIO e sec. Tupiniquins); Eduardo C. Aguiar (ICMBIO e sec. Tupiniquins); Ricardo H. Silva (IEZ); Márcio Zwarg (IEZ); Marcus Vínicius Souza Ferreira (ECOSURFI)

Instituto quer resgatar caminhada até Iguape
O Instituto Ernesto Zwarg está tentando a liberação junto à Secretaria Estadual do Meio Ambiente para promover uma caminhada até Iguape, com o propósito de relembrar o célebre episódio onde o ambientalista Ernesto Zwarg viajou a pé de Itanhaém, pela praia, até a Jureia, com o propósito de denunciar a construção de usina nuclear na região. O IEZ já protocolou o pedido para entrar na estação. Como não é permitida a prática de ecoturismo na Jureia, apenas entrada de grupos visando a educação ambiental, as próximas caminhadas deverão ter como participantes somente os membros do instituto e alunos do curso de Educação Ambiental do professor e biólogo Renato Navilli.
O grupo será guiado pelo monitores ambientais Amilton de Aguiar, de Peruíbe, e Euzébio Andrade, da Estação Ambiental São Camilo, ambos cadastrados na Secretaria de Meio Ambiente, tudo enquadrado dentro da portaria que regulamenta o ingresso na estação ecológica da Jureia, que inibe a prática do ecoturismo. Outra atividade prevista no trajeto será uma homenagem ao ambientalista Ernesto Zwarg, no Oratório do Bom Jesus de Iguape, no Cemitério Caiçara Indígena, na Praia do Una. Pelo fato de poucas vagas terem sido disponibilizadas, o IEZ comunica que outras caminhadas similares deverão ser agendadas em breve, a fim de atender a todos os interessados.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Resort Itanhaém


Condomínio Clube comprova o crescimento do mercado imobiliário de Itanhaém

Abertura dos modelos decorados para visitação será no dia 9 de julho; empreendimento tem a marca Tamboré

Acreditando que com a facilidade do rodoanel, o Litoral Sul ficou uma hora mais próximo e será o melhor investimento para morar ou passar férias, a MPD Engenharia e Tamboré Empreendimentos e Participações levam o padrão dos empreendimentos entregues na região e planejam o lançamento do residencial Resort Itanhaém, ainda nestas férias do mês de julho.

Apartamentos de frente e com vista para mar, contam com amplo terraço gourmet e churrasqueira, no melhor ponto da praia a poucos passos de tudo. São opções de 2 dormitórios com suíte e 78 m2 privativos e 3 dormitórios com lavabo e suíte com 99 e 117 m2 privativos. Além das coberturas duplex, com diferenciais cinematográficos.
O Resort Itanhaém – Condomínio Clube - fica num terreno com mais de 5 mil m2 num local privilegiado da avenida Condessa de Vimieiros, altura do número 1000 e próximo à praia do Centro.

A abertura dos modelos decorados será no dia 9 de julho e serão apresentadas duas versões preparadas pela arquiteta Graciela Piñero, mostrando conforto aliado a praticidade, além do amplo espaço e opções de planta com sala ampliada e ambiente reversível. Contando com o padrão de acabamento da MPD Engenharia, exibirá toda a beleza e o charme do estilo contemporâneo.

Entre alguns dos pontos a serem destacados, pode-se citar um parque aquático com piscina adulto com borda infinita e espaço para biribol, piscina infantil reservada com Duchas e Solarium. Os espaços totalmente equipados e decorados apresentam salão de festas com espaço gourmet integrado, churrasqueira, além de brinquedoteca e playgrounds. Já para os amantes das atividades esportivas, sala de fitness e de ginástica, além de sauna e descanso.

O Resort Itanhaém reúne muita tranquilidade e total segurança para sua família, em um verdadeiro clube junto ao empreendimento. Vale à pena visitar para conhecer o projeto, para mais detalhes, solicite informações no local ou através do fone (13) 3422-6361 ou do site do empreendimento: www.resortitanhaem.com.br.
Outro diferencial é o compromisso assumido com cliente da MPD: 100% dos empreendimentos entregues no prazo.

Notícias do Litoral Sul

Escola de Gastronomia e Hotelaria abre inscrições para turmas de agosto

As próximas turmas para os cursos de camareira, garçom e ajudante de cozinha da Escola de Gastronomia e Hotelaria do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira (SinHoRes) iniciam em agosto.
As inscrições já podem ser feitas no sindicato (Avenida Conselheiro Nébias, 365, Vila Mathias, em Santos) ou por telefone (3223-7372, 3301-1179 ou 3301-1451). Como são cursos práticos, as turmas têm no máximo 12 cada.
Para se inscrever é preciso ser maior de 16 anos e ter ensino fundamental completo. A taxa de inscrição para o 1º modulo de Ajudante de Cozinha é de R$ 65,00 para associados e de R$ 130,00 para não associados. Para os cursos de garçom e camareira a taxa de cada modalidade é de R$ 50,00 para associados e de R$ 130,00 para não associados.
O curso para quem quer iniciar na carreira de garçom contará com nove aulas e carga de 12 horas. Já curso de camareira terá um total nove horas de aulas que irão abordar assuntos que envolvem ética profissional, apresentação pessoal, funções e responsabilidades da camareira.
No módulo para Ajudante de Cozinha o aluno aprenderá a executar todo o serviço de limpeza e higiene, lavagem dos utensílios e dar apoio a equipe na chapa e na fritadeira durante o serviço.
O curso de cozinha terá ainda os módulos de meio oficial de cozinha e primeiro cozinheiro, cada um com carga horária de 24 horas, dividida em aulas de três horas de duração. A ideia é que nos próximos meses a entidade amplie o programa para formar também chefs.

Primeiras turmas - As aulas das primeiras turmas dos cursos básicos para garçom e ajudante de cozinha começaram esta semana. A capacitação na função de camareira terá inicio no dia 25 de julho, com turmas no período da manhã e da tarde.
Até agora, 63 alunos estão matriculados em seis turmas desses três de cursos.
A escola foi inaugurada com o objetivo de formar mão-de-obra qualificada para o setor. A ideia do sindicato é ainda montar um banco de empregos a partir da formação das primeiras turmas. As primeiras turmas inscritas tiveram bolsa de 100%. A partir de agora, os cursos serão cobrados.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Agenda

Políticos participam de ato da Petrobras

As autoridades da região deverão estar presentes à solenidade na qual a Petrobras realiza o lançamento da pedra fundamental da sede definitiva da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS), no bairro do Valongo, em Santos, na quarta-feira, às 10 horas. O evento ocorrerá no terreno que irá abrigar o empreendimento e que está localizado no Centro Histórico da cidade, entre as ruas São Bento e Marquês de Herval.

domingo, 3 de julho de 2011

ENTREVISTA


Francisco Garzon, secretário de Desenvolvimento Econômico

André Caldas

O crescimento da atividade comercial em Itanhaém é o tema da entrevista deste mês do informativo da Associação Comercial. O entrevistado é o novo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Francisco Garzon, que assumiu o posto há menos de dois meses. Garzon é empresário e contabilista. Já presidiu a ACAI, entre 1991 e 1996. “A meta do Governo Municipal é se aproximar do empresário, do lojista, prestador de serviço, enfim, prestigiar o comércio na tomada de decisões que tratem do desenvolvimento econômico”, afirmou Garzon. O secretário já agendou com a diretoria da ACAI uma ampla reunião com comerciantes para iniciar este diálogo.

****

Quais são as suas prioridades na Secretaria de Desenvolvimento Econômico?
“O objetivo primordial é aproximar a secretaria dos comerciantes. Queremos reduzir a distância entre os dois lados e que as decisões tomadas pelo poder público contem com a participação dos empresários. E a ACAI é a representante legítima dos interesses dos comerciantes. Por isso estamos agendando junto ao presidente Eliseu uma reunião na entidade, onde convidaremos todos os segmentos. A proposta é que o comerciante participe do processo cotidiano da nossa secretaria, contribuindo para o aprimoramento dos serviços”.

Em sua avaliação, o comerciante se sente desprestigiado?
“Penso que sim. Na minha atividade profissional, convivo diariamente com o empresariado. Sei das reclamações, das carências e é isso que pretendemos atenuar e resolver. Por exemplo, muitos comerciantes se queixam de que a Administração não compra bens e serviços de empresas do próprio Município. Talvez falte a informação de que as compras são feitas via pregão eletrônico, ou seja, tudo é feito por computador e ganha a cotação quem oferecer as melhores condições. Para isso é preciso estar cadastrado, mesmo os estabelecimentos registrados na Cidade. E se preparar e se capacitar porque requer tempo e disposição. Claro que se pudesse a Prefeitura compraria tudo na própria Cidade. Mas por questão de austeridade usa o pregão para conseguir os menores preços. Por isso acredito que precisamos abrir um canal de diálogo. O prefeito já sinalizou nesta direção ao anunciar no mês passado o desconto de 90% nos juros e multas nas dívidas de ISS. É a primeira vez que a Prefeitura dá uma anistia dessas para o comércio”.

Na sua avaliação, qual o papel do poder público em relação ao comércio?
“Aqui na secretaria, como o próprio nome diz, é a busca pelo desenvolvimento econômico. É a nossa meta. Trabalhamos pelo crescimento do comércio. Com isso, a Cidade gera mais empregos e renda. Estamos trabalhando para incentivar a vinda de empresas de fora, contudo, sem deixar de dar atenção às empresas daqui. No momento, estamos trabalhando no projeto de revisão das alíquotas do Imposto Sobre Serviços. Queremos anunciar essa redução dentro dos próximos dias. Outra novidade é o convênio com a Secretaria Estadual de Planejamento para a implantação do Sistema Integrado de Licenciamento (SIL), algo inédito na cidade e que vai agilizar a emissão do alvará para novas empresas. Também já disponibilizamos no site da Prefeitura todas as leis pertinentes ao comércio. São conquistas e avanços consideráveis que facilitam as coisas e permitem que o comerciante tenha mais tempo para se dedicar ao seu negócio”.

Com tantas notícias boas surgindo no horizonte, é possível afirmar que a economia local passa por uma grande transformação?
“É exatamente o que está acontecendo. A chegada de grandes redes mostra que a expansão econômica é um fato. O crescimento do Brasil permite essa condição e a Administração preparou a Cidade para receber o desenvolvimento. A Itanhaém de hoje é dinâmica e tem um perfil mais moderno, conforme a exigência do grande empresariado varejista. Por isso tantas marcas de renome estão aportando aqui. É o começo de uma nova fase. É um período em que todos deverão ganhar, principalmente o comerciante local, que gera empregos para a população”.

Neste momento, em que patamar está a presença da Petrobras no Município?
“Em fase de consolidação. Já está presente, mas não totalmente. Isso é um processo para 5 anos. Mas a Petrobras já é, atualmente, aquilo que chamamos de âncora. Por causa dela, Itanhaém está entrando no mapa geoeconômico do grande empresariado paulista e nacional. Por conta disso, visitamos Macaé, no Rio de Janeiro, onde a Petrobras passou a operar há 30 anos e causou uma transformação social. Não temos o mesmo perfil, mesmo porque lá tem refinarias e petroquímicas, algo absolutamente fora de propósito para nossas características balneárias. Mas é sempre bom nos anteciparmos aos problemas. Por isso, a partir de julho, vamos reunir representantes de diversas secretarias municipais para tratarmos da revisão da lei de uso e ocupação de solo”.

Mas qual vai ser a atuação da Petrobras em Itanhaém e o que isso vai provocar?
“A Petrobras já opera duas plataformas na costa. Até 2016, outras onze entrarão em operação. Os trabalhadores embarcam no aeroporto de Itanhaém. Serão centenas de técnicos, engenheiros, mergulhadores, soldadores, cozinheiros, enfim, uma gama gigantesca de funcionários da Petrobras convivendo em Itanhaém, nos hotéis, esperando para embarcar. A Petrobras alugou uma área ao lado do aeroporto para ter seu próprio terminal de embarque. Nesse processo, diversas empresas virão a reboque da Petrobras para fornecer bens e serviços. No próprio aeroporto surgirão empresas de manutenção de aeronaves. O Daesp já está licitando os hangares. É uma cadeia produtiva que traz muito dinheiro. Se o comerciante verificar, verá que alguns hotéis e pousadas em Itanhaém já ostentam o selo da Petrobras. É sinal que a estatal já chegou”.

Onde essas empresas de serviços vão se instalar, já que ao lado do aeroporto tem poucas áreas disponíveis?
“Pensando nisso, a Prefeitura está incentivando a implantação de um Parque Especial de Negócios, na rodovia, ali na região do Suarão. As conversas estão bem adiantadas. Serão empresas de prestação de serviços e que exigem mão de obra qualificada. É aí que entra outra prioridade da Administração, que é a capacitação dos trabalhadores. Claro que é complicado, mas queremos que, dentro do possível, todos os novos empregos sejam ocupados por itanhaenses ou pessoas da própria região”.

E como está esse processo de qualificação?
“O prefeito nomeou a nova Comissão Municipal de Emprego, requisito essencial para firmarmos convênios com o Estado e União para a implantação de programas de qualificação. Dentro de alguns dias, viajo para São José dos Campos, para conhecer a escola municipal de aviação que foi implantada há vinte anos. Também estamos procurando o Senai e o Senac, pois precisamos de mais cursos técnicos e cursos voltados à hotelaria e culinária. A demanda por mão de obra hoje em Itanhaém é um fenômeno. A filial do Habib´s vai contratar 97 pessoas. Em breve teremos o Giraffas, o McDonalds e várias outras franquias chegando. O Bradesco já começou a construir sua filial no Belas Artes e também já começaram as obras do clube condomínio ali perto do CMTECE, uma obra privada que vai gerar centenas de empregos, não apenas, na construção civil, mas quando inaugurada, para camareiras, arrumadeiras, cozinheiros, etc. Vejam quantos empreendimentos privados ocorrendo simultaneamente. É uma fase de crescimento econômico e de oportunidades”.

Com isso tudo, o turismo vai perder o status de carro-chefe da nossa economia?
“Muito pelo contrário. Vamos continuar recebendo 200 mil, 300 mil pessoas aqui no verão. A nossa balneabilidade é um atrativo natural, uma benção divina. E as obras de infraestrutura que o Governo executou só contribuíram para reforçar tudo isso, com melhorias e urbanização no Centro Histórico, na Praia dos Pescadores, portinho, praia do Sonho e do Cibratel. Junto com as obras de saneamento e de pavimentação das principais artérias viárias, o turismo se tornou o segmento mais beneficiado. Temos também uma lista de eventos e ações que fortalecem o turismo. Um exemplo é o turismo religioso, que está movimentando a Cidade agora em junho. Tivemos o rodeio com artistas de renome e em 2012 teremos uma homenagem por parte de uma escola de samba do grupo especial em São Paulo, que vai divulgar Itanhaém para o mundo todo durante uma hora de TV Globo”.

Na condição de empresário e ex-presidente da ACAI, como vê o papel da entidade no fortalecimento do comércio?
“Desde a sua fundação, a ACAI exerceu a função de representante maior do comércio e essa tarefa vem sendo aprimorada com dedicação pelos presidentes que me sucederam. Hoje a realidade é outra. Itanhaém cresceu e as exigências para a ACAI são maiores. Acredito que com parcerias, é possível atender as demandas. Por isso estamos iniciando essa parceria da ACAI com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico”.

sábado, 2 de julho de 2011

Infraestrutura regional

Ponto de Vista


O desenvolvimento do interior paulista

Milton Luiz de Melo Santos*

Fomentar o empreendedorismo e financiar o crescimento de pequenas e médias empresas do interior fazem parte das políticas públicas do governo paulista, que vem incentivando o desenvolvimento de cidades do Estado de São Paulo. É reconhecida a necessidade de apoiar a expansão dessas categorias empresariais como forma de colaborar para a geração de emprego e renda.

Isso tem sido um grande incentivo e o interior tem atraído, cada vez mais, empresas de outros estados e da própria Capital, em busca de custos menores, espaço para crescer em meio a um sistema logístico, que favorece o escoamento da produção sem gargalos de trânsito e infraestrutura.

Cidades como Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Campinas, São José dos Campos, Sorocaba, Piracicaba, Americana, Limeira, Jundiaí e Araraquara, têm sido consideradas polo de investimentos empresariais. Além dessas, muitas cidades da região metropolitana como Guarulhos, Osasco e algumas do ABC Paulista, por conta da proximidade com a Capital, também têm sido alvo de investimentos empresariais.
Essa expansão no setor empresarial do interior tem impulsionado também o mercado de crédito. Somente no primeiro quadrimestre de 2011, a Agência de Fomento Paulista/Nossa Caixa Desenvolvimento desembolsou R$ 61 milhões e 70,5% desse total foram destinados a financiamento de investimento do setor industrial. O comércio ficou com 12,5%, pouco acima do setor de serviços, 12,1%.

A Agência de Fomento Paulista é a instituição financeira do governo estadual criada para incentivar o desenvolvimento do Estado de São Paulo, por meio das linhas de financiamento que operam com taxas de juros bem abaixo das praticadas no mercado – a partir de 0,49% ao mês (+IPC/Fipe) – e prazos longos que chegam a sete anos e um ano de carência, dependendo da linha de crédito.
Apoiar as pequenas e médias empresas – entende-se as que faturam entre R$ 240 mil e R$ 100 milhões -, é a missão da instituição financeira do governo.

* Milton Luiz de Melo Santos, é economista e presidente da Nossa Caixa Desenvolvimento / Agência de Fomento Paulista

A Vez do Leitor

À Sra. Elizabeth C. B. Watanabe
Presidente da Associação Pro-Festa do Divino - APRODIVINO
Há cerca de um ano, enviei carta ao jornal "Fatos" de Itanhaém (espaço dos leitores) e e-mail à APRODIVINO, a propósito de comentar o espocar de fogos de artifício de potência exagerada (estampido do morteiro de tiro único), nas comemorações de então. À época reclamava dos danos causados aos animais domésticos, no meu caso cachorros, os quais, pela apurada audição (4 vezes superior à humana), sofriam estresse tão intenso que, por diversas vezes, cheguei a temer pela manifestação de graves problemas cardíacos (tive uma cadela que desenvolveu diabetes e morreu, pela tensão do foguetório, no ano de 2000), tal o pavor que manifestavam.
Em minha carta àquele jornal, mencionei o fato do contrassenso praticado por pessoas religiosas, argumentando que não poderiam cultuar um fato divino e, ao mesmo tempo, contrariar os ensinamentos de São Francisco de Assis, que pregou o amor aos animais e abominava seus sofrimentos. Um paradoxo! Volto hoje, recompensado, respeitosamente à V.Sa., para cumprimentar e agradecer essa instituição e todos os seus membros, na pessoa de sua digníssima Presidente, pelo fato de que nesta Festa do Divino de 2011, o violento morteiro de tiro único foi banido dos festejos (quiçá o seja indefinidamente), limitando-se aos tradicionas e inofensivos rojões de 3 tiros. Os animais saberão retribuir com carinho, alegria e com a doçura que os caracteriza, esse tratamento civilizado. Nunca é demais repetir a reflexão do grande pacifista Mahatma Gandhi, que cunhou a seguinte e brilhante frase: "O grau de civilidade de um povo pode ser medido pela forma como trata seus animais". Ao ensejo, permita-me enviar cópia desta carta ao jornal "Fatos", solicitando ao grande jornalista André Caldas que, por questões de justiça, a faça publicar no mesmo espaço reservado aos leitores.
Atenciosamente,
Luiz Carlos Visentin