quinta-feira, 31 de março de 2011

Santos e Região Convention & Visitors Bureau




Balanço do verão na pauta dos secretários da Baixada Santista

Bertioga vai recepcionar nesta sexta (1), o encontro dos secretários de turismo da Baixada Santista. O Fórum, realizado pelo Santos e Região Convention & Visitors Bureau, colocará em pauta a movimentação da região durante a alta temporada. Avaliações e levantamentos sobre o Verão, além do calendário regional de eventos e outros assuntos.

A programação terá uma visita dos convidados ao Forte São João, um dos principais pontos turísticos da cidade, para conhecer o Projeto “Bertioga, História e Poesia”. Finalizando um almoço de confraternização, cuja opção principal será o ‘Azul Marinho’, tradicional prato da culinária caiçara, composto por peixe, bananas verdes e pirão.

Sabesp


Sabesp participa de comemorações do Dia Mundial da Água

Personagem Super H²O está nas agências

Em comemoração ao Dia Mundial da Água (22/3), a Sabesp participa de uma série de atividades, em toda a Baixada Santista.

Só nas Agências de Atendimento ao Público, no período de 22/3 a 01/04, o personagem do Clubinho Sabesp, o Super H²O, estará distribuindo copinhos de água, folhetos sobre o uso racional da água e caneta promocional para os primeiros clientes que comparecerem nas agências.

Além disso, serão realizadas palestras, distribuição de material informativo e até a apresentação de teatro de fantoches em vários locais da região, incluindo escolas, creches e espaços públicos, aberto a toda a população, como o Parque Roberto Mário Santini, no Emissário Submarino, em Santos.

Em todas as atividades, serão repassadas informações aos estudantes, principalmente, sobre o Programa de Uso Racional da Água da Sabesp, que visa difundir ações com vistas ao consumo consciente da água.

Ponto de Vista


Sobram vagas. Falta qualificação

MAIS IMPORTANTE DO QUE TER UM EMPREGO É TER EMPREGABILIDADE, OU SEJA, ESTAR APTO A OCUPAR QUALQUER VAGA NO MERCADO DE TRABALHO

José Roberto

Vagas de emprego existem, mas falta qualificação ao trabalhador. Esta é a realidade de Itanhaém nos dias atuais. Basta uma consulta ao Posto de Atendimento ao Trabalhador ou mesmo aos empresários para se chegar à conclusão de que a ausência de capacitação impede que a maior parte das ofertas de emprego seja preenchida. É comum ouvirmos dos lojistas que nem sempre o que o candidato à vaga apresenta no currículo corresponde à realidade. Quando colocados à prova, a maioria deles hesita e mostra insegurança em desempenhar tarefas simples.

Tudo isso tem duas origens. A primeira é o desinteresse do trabalhador em buscar formas de se tornar “empregável”, ou seja, se tornar apto a desempenhar qualquer função no seu ramo de atividade ou desempenhar a função melhor do que os demais. O trabalhador precisa pôr na cabeça que o mercado é competitivo, que as empresas exigem conhecimento técnico e que ele precisa estar preparado. Não adianta ele chegar no Posto de Atendimento ao Trabalhador, deixar o currículo e achar que vai conseguir a vaga.

Por outro lado, é notória a ausência de uma política pública especifica para a formação, qualificação e capacitação da mão de obra. É claro que existe uma preocupação por parte do empresariado com a questão. O preenchimento das vagas no comércio depende muito da formação do candidato. Pensando nisso, alguns setores já estão se articulando para investir e até mesmo financiar programas de capacitação. É o caso dos proprietários de bares e restaurantes, ansiosos por cursos que ofereçam a condição básica para o pessoal do setor.

A qualificação merece ser tratada como prioridade porque os tempos são outros. A estabilidade da economia já nos permite afirmar que o desemprego está sob controle. Se há ainda trabalhadores fora do mercado, é por culpa tão somente da falta de qualificação. E isso se resolve com programas específicos, respeitando as nossas peculiaridades. Entre algumas sugestões, destacam-se a implantação um hotel-escola, um restaurante-escola, uma fazenda-escola e até mesmo escolas de pesca, artesanato e cursos ligados ao terceiro setor.

Em todos os casos é possível viabilizar parcerias com o Governo Estadual e com o Ministério do Trabalho. Os governos mostram interesse em investir em projetos desta natureza e dispõem de orçamento para repassar aos municípios. Com um pouco de esforço, Itanhaém pode transformar a vida de muitos trabalhadores, que passarão a ganhar melhores salários porque estarão efetivamente capacitados.

* José Roberto é presidente do diretório do PMDB em Itanhaém

Ensino Superior

A Faculdade do Litoral Sul (FACSUL) está com inscrições abertas para o curso de Pós-Graduação "lato sensu" em Gestão Pública.
Este curso é um curso que visa fundamentalmente a formação de especialista em gestão pública de profissionais de nível superior que atuem direta ou indiretamente na formação e execução de políticas públicas nas mais diferentes áreas.
Dia 2 de abril, às 9h, haverá, na sede da Faculdade sita á Rua Joaquim
Meira, 304, Centro de Itanhaém uma dinâmica de grupo, coordenada pela especialista em recursos humanos Vanessa Montalvão, na qual os interessados em freqüentarem os cursos poderão desenvolver ações em equipe e conhecerem a instituição e suas propostas.

Para mais informações sobre grade curricular, carga horária, docentes e valores, por favor, entrar em contato pelo email:coordenador_pos@facsulonline.com, ou pelo telefone: (13) 3422-2754
facsul.marcelo@gmail.com (13)8102-6525

Integração




Governo do Estado lança “Câmara de Desenvolvimento Metropolitano”

O governador Geraldo Alckmin lançou nesta quinta-feira, 30 de março, a “Câmara de Desenvolvimento Metropolitano”. O colegiado, composto por 11 secretarias e presidido pelo próprio governador, será responsável por estabelecer a política do governo estadual para as regiões metropolitanas e outras concentrações urbanas do Estado. “Estamos seguindo um modelo de gestão que já é sucesso no mundo. Cuidar da questão metropolitana é fundamental para a solução dos problemas de todo o Estado”, disse Alckmin.
A Câmara foi criada por meio de decreto junto ao “Sistema de Desenvolvimento Metropolitano”, que irá integrar o planejamento metropolitano para promover modernidade e dar maior velocidade à solução dos problemas comuns que atingem os municípios que compõem a chamada macrometrópole paulista, região que congrega 153 cidades e concentra 72% da população e 80% do PIB do Estado, aproximadamente 27% do PIB do país. “O governador, que inovou ao criar a Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano, avança ainda mais ao instituir a Câmara. Será um instrumento importante no planejamento e execução dos projetos do governo e de articulação com as prefeituras”, disse o secretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, secretário-executivo da Câmara.
Uma das atribuições do colegiado será a criação de comitês executivos para planejar e acompanhar cada projeto a ser implantado na região da macrometrópole. Esses grupos de trabalho poderão ser compostos por várias secretarias, dependendo das áreas que integram os projetos. Além do governador Geraldo Alckmin e do secretário Edson Aparecido, da Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano, farão parte da Câmara os secretários: Andrea Calabi (Fazenda), Bruno Covas (Meio Ambiente), Emanuel Fernandes (Planejamento e Desenvolvimento Regional), Edson Giriboni (Saneamento e Recursos Hídricos), Guilherme Afif Rodrigues (Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia), José Aníbal (Energia), Jurandir Fernandes (Transportes Metropolitanos), Saulo de Castro (Logística e Transportes), Sidney Beraldo (Casa Civil) e Silvio Torres (Habitação).
O evento contou com a participação de 35 prefeitos das mais variadas legendas, deputados estaduais e políticos de todas as regiões do Estado. “O Sistema de Desenvolvimento Metropolitano trabalhara a favor de todos os municípios, de todas as prefeituras, independente de sua orientação política. O trabalho conjunto entre estado e município é fundamental para o
sucesso dessa iniciativa”, disse o secretário Edson Aparecido.

Aglomerado Urbano de Jundiaí
Durante o evento, o governador Geraldo Alckmin assinou também o Projeto de Lei Complementar que cria a Aglomeração Urbana de Jundiaí, constituída por sete municípios: Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira e Várzea Paulista. Com a Aglomeração, a região ganhará um importante instrumento de planejamento e articulação das políticas públicas nas áreas de planejamento e uso do solo, transporte e sistema viários regionais, habitação, saneamento básico, meio ambiente, desenvolvimento econômico e atendimento social.
Agora, o projeto segue para a Assembléia Legislativa.

Novo Conselho de Administração da Emplasa
Alckmin anunciou também a nova composição do Conselho de Administração da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa). São conselheiros da Emplasa: Frederico Bussinger, José Expedicto Prata, José Goldemberg, Marta Dora Grostein, Marcos Camargo Campagnone, Marcos Mendonça, Miguel Luiz Bucalem, Regina Maria Prosperi Meyer, Renato Pires de Carvalho Viégas, Ricardo Toledo Silva e Sonia Maria Barozzi Tenório de Brito.
Estiveram presentes à cerimônia os prefeitos: Daniel da Fonseca-PSDB (Cajamar), Miguel Haddad-PSDB (Jundiaí), Mário Reali-PT (Diadema), João Carlos da Silva-PSB (Joanopolis), Milton Serafim-PDT (Vinhedo), Carlos Viera de Andrade-DEM (Quadra), José Bressane-PT (Francisco Morato), João Carlos Forssell-PSDB (Itanhaém), Jorge Costa-PMDB (Itapecerica da Serra), Margareti Rose Groot-PPS (Holambra), Valdemir Gouvêa-PT (Américo Brasiliense), Antonio Aiacyda-PSDB (Mairiporã), Anabel Sabatine-PSDB (Jandira), Adler “Kiko”-PSDB (Rio Grande da Serra), Jorge Abissamra-PSB (Ferraz de Vasconcelos), Eduardo Cury-PSDB (São José dos Campos), Roque Hoffmann-PSDB (Araçariguama), Abel Larini-PR (Arujá), Evilásio Farias-PSB (Taboão da Serra), Roberto Hamamoto-DEM (Caieiras), Aidan Ravin-PTB (Santo André), Marco Bertaiolli-DEM (Mogi das Cruzes), Antonio Carlos Camargo-PSDB (Cotia), José Bernardo Denig-PV (Atibaia), Maria Antonieta Brito-PMDB (Guarujá), João Fattori-PSDB (Itatiba), Roberto Rocha-PSB (Vargem Grande Paulista), Marcos Yukio Higuchi-PSDB (Valparaiso), Samuel da Silva Binati-PSC (Águas da Prata), Carlos Alberto Taino Junior-PSDB (Biritiba Mirim), Sérgio Silva-PT (Carapicuíba), Armando Tavares Filho-PR (Itaquaquecetuba), Oswaldo Dias-PT (Mauá), Hamilton Bernardes Junior-PSB (Pedreira) e José Orlandini-DEM (Bertioga).

Empregos

Escritório do Sebrae-SP em Santos contratará dois funcionários

Há uma vaga para Analista de Projetos e uma para Consultor de Serviços – Turismo/meios de Hospedagem. Inscrições vão até o dia 1 de abril

O Sebrae-SP divulga a seleção de um Analista de Projetos e de um Consultor de Serviços - Turismo/Meios de Hospedagem para atuarem no Escritório Regional da Baixada Santista. Para o primeiro cargo, o salário é de R$ 3.268,00 e, para o segundo, de R$ 5.722,00. A carga horária de trabalho é de 40 horas semanais e o candidato tem que ter disponibilidade para viagens e deslocamentos.
O candidato à vaga de analista de Projetos precisa ser graduado e o Consultor de Serviços - Turismo/Meios de Hospedagem precisa ter pós-graduação. Ambos os cargos exigem experiência nas áreas afins. As inscrições serão realizadas pelo link http://www.sebraesp.com.br/TrabalheConosco/FuncionariosEfetivos/ somente no período de 23 de março a 1º de abril. Pelo portal do Sebrae-SP é possível verificar os detalhes do edital, bem como acompanhar todas as informações referentes ao processo seletivo.

Bom dia Litoral Sul

Região candidata
Começou ontem mesmo, no lançamento da "megalópole", um movimento de políticos da Baixada para trazer para a região a nova fábrica da Dachen.
- Uma comissão da empresa e de representantes da China procuraram o governo de São Paulo para comunicar o interesse em abrir uma fábrica no Estado e em fazer investimentos visando a Copa de 2014. A empresa, que fabrica lâmpadas, faróis e TVs de LED, quer participar da troca de iluminação da cidade de São Paulo e também fornecer grandes telas de TV para estádios e locais públicos onde as partidas de futebol serão retransmitidas.
- A empresa se reuniu com o secretário Edson Aparecido (Desenvolvimento Metropolitano) e deve agendar conversa também com o vice-governador e secretário de Desenvolvimento, Guilherme Afif Domingos.

Zé Roberto e Regina do PT
O PMDB e o PT tiveram reunião ontem. Caminha bem a aliança.
Em recente entrevista à Folha, o ex-presidente Lula declarou que o PT deve priorizar a reeleição de Márcia Rosa em Cubatão e apoiar com tudo que tiver direito as candidaturas nas demais cidades da Baixada.

Águas de março
A oposição que todo prefeito teme é aquela feita por São Pedro. Chuva e maré alta, não tem Ibope que dê jeito.

DETERMINADO
Buda não pensa em outra coisa.
• Quer se viabilizar como pré-candidato a prefeito de Itanhaém.
• Conversa com três partidos, pequenos, mas dispostos a abrir-lhe as portas.
• Seu slogan será “Buda, o Homem do Povo”.
• Em seu currículo, o pré-candidato traz a experiência de ter sido vereador por seis meses, presidente da Itanhaém Prev e Secretário Municipal de Segurança. “Os homicídios caíram 38% em 2010. A melhor marca desde 1999”, destaca Buda.

Plano Diretor defasado
Na última sessão da Câmara, os vereadores Rogélio e Quintas questionaram se no Plano Diretor é permitida a construção de galpões como aqueles erguidos ao lado do Santander e na João Batista Leal.
• É mais uma pauta para aquilo que o FATOS pede há tempos: a revisão da Lei de Uso e Ocupação do Solo.
• O mesmo se aplica às fachadas dos comércios no Centro Histórico que, em nada lembram um... Centro Histórico.
• Em tempo: o ponto da antiga Drogaria Central também vai virar pastelaria.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Artigo André Caldas

A Petrobras chegou

Chegou e já obriga as cidades a reverem sua vocação: estância balneária ou um potencial pólo empresarial?

Existe uma expectativa positiva por conta do noticiário a respeito da Petrobras e sua atuação em Itanhaém e região. As duas páginas que o caderno de Indústria do jornal A Tribuna trouxe no último final de semana lançam luz em cima de uma questão que até os mais conservadores evitam admitir: a Petrobras chegou.
Pautado em cima de informações obtidas direto na fonte, ou seja, na maior estatal brasileira, o jornalista Manuel Fernandes relatou aos leitores como está se dando o processo de instalação na Cidade, a locação de uma área do Daesp por R$ 100 mil mensais onde erguerá seu próprio terminal, e a já anunciada meta do Governo Estadual de ampliar a pista em mais 1.000 metros.

Na matéria, cuja chamada principal foi “Itanhaém vive nova era com aeroporto”, foi destacada a inserção do Município no chamado Circuito do Petróleo, seleto grupo onde figuram as cidades de Macaé (RJ), Navegantes (SC) e Vitória (ES), que possuem localização estratégica em relação às plataformas petrolíferas e de gás natural na costa brasileira.

O assunto Petrobras, que foi pauta do jornal Folha de S.Paulo, Valor Econômico e jornais do Interior, ainda não está totalmente inserido no cotidiano de Itanhaém. Muito porque a presença da estatal na Cidade ainda é setorizada. Movimenta o aeroporto, os restaurantes e hotéis onde pernoitam os pilotos, engenheiros e técnicos. As imobiliárias também vêm recebendo visitas freqüentes de funcionários da Petrobras, na maior parte das vezes para adquirir uma casa ou apartamento. Para bom entendedor, meia palavra basta: se os engenheiros da Petrobras decidem fixar residência em Itanhaém, é porque sabem que a empresa não vai sair tão cedo da região.

Itanhaém e as cidades vizinhas, no caso específico de Peruíbe, onde existe ainda viva a possibilidade de ser implantado o Porto Brasil, do bilionário Eike Batista, precisam se olhar no espelho e rever suas vocações. Ou pelo menos dividir as atenções. O fato das duas cidades serem estâncias balneárias sempre foi empecilho para a abertura de zonas industriais. Incluindo o clima úmido, a maresia e a falta de mão de obra de certo modo afastaram os grandes empresários da região.

Pois bem, atrás da Petrobras estão chegando dezenas de investimentos. Se optarem por abrir zonas industriais, mesmo que mistas, as cidades do Litoral Sul devem, desde já, abrir para o debate seu Plano Diretor, ou algo similar, para as necessárias revisões e adequações.
Mesmo porque, como dizem os urbanistas, “olhem o exemplo de Macaé” antes de abrirem a cidade ao progresso porque, junto, vem o ônus social.

Bom dia Litoral Sul

Um pra lá, dois pra cá
As trocas de partido já entraram na pauta dos atuais vereadores.
• Zé Renato (PSDB) anunciou que tem convite do PTB de Dom David.
• Rogélio (PR) foi convidado pelo PPS de Elias Capistrano.
• No caso de Kakulé e Alexandre da Regional pode acontecer uma inversão: um vai para o PSDB e vice-versa.
• O problema de todos está na Lei da Fidelidade Partidária.
• A batata-quente vai ficar para os presidentes dos diretórios municipais.
• A esperança é a cultuada “janela”, para troca partidária, ventilada no Congresso.

Ordem de cima
O presidente do PMDB de Itanhaém, Zé Roberto, recebeu e acatou a ordem da Executiva Estadual: o partido tem que lançar candidato a prefeito em 2012.

De volta
Em 1996, Luiz Barbosa foi eleito vereador pelo PSDB de João Molina. Agora, pode retornar ao ninho tucano.

Nova realidade
Chico Garzon assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e elegeu como prioridade a revisão do Código Tributário.

Frases:
“Pessoas que não demonstram zelo com o dinheiro público não devem ser beneficiadas com cargos comissionados”
REGINA DO PT, vereadora, defendendo o Ficha Limpa para cargos em comissão

Notícias
Fique bem informado. Tem edição nova do Fatos nas bancas. Retire o seu exemplar. É grátis.

.

terça-feira, 29 de março de 2011

Bom dia Litoral

Esgoto na Praça do Pescado
Está na dependência da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) a autorização para que a Prefeitura de Itanhaém possa implantar a rede coletora de esgoto na Praça do Pescado, na Prainha. É uma forma de dar fim a um problema que se arrasta desde a inauguração da praça.

Câmara Metropolitana
O governador Geraldo Alckmin lança amanhã, 30 de março, a “Câmara de Desenvolvimento Metropolitano”. Durante a cerimônia, o governador discorrerá sobre as diretrizes que nortearão as ações do governo nas regiões metropolitanas e aglomerações urbanas do Estado.
• A Câmara, composta por 10 secretários e presidida pelo governador Geraldo Alckmin, será a principal entidade de planejamento e execução de projetos destinados aos municípios das regiões metropolitanas e outras concentrações urbanas do Estado.
• O secretário Edson Aparecido será o secretário-executivo da Câmara. No mesmo evento, será anunciado o novo Conselho de Administração da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (EMPLASA).

Beto Mansur no PMDB?
O deputado federal Beto Mansur almoçou nesta semana com o vice-presidente Michel Temer. Mansur atualmente é o coordenador regional do PP. Em entrevista a uma TV regional, declarou que pretende concorrer à Prefeitura de Santos em 2012. Mansur foi prefeito entre 1996 e 2004.

O perigo online
Logo, logo, teremos confusão cabeluda envolvendo pré-candidatos a prefeito por conta dos recados enviados via Twitter.
• Recomenda-se que os pré-candidatos ignorem os ataques, principalmente porque, respondendo aos fakes acabam, mesmo sem querer, atingindo rivais.
• Até porque campanha de verdade se faz na rua, apertando a mão do eleitor.

TVB
Agradecemos convite do publicitário Marcel Camargo para a solenidade que marcará a abertura das transmissões da programação da Band pela TVB, nesta quinta-feira.

domingo, 27 de março de 2011

Eleições 2012

Comércio





CACAU SHOW APRESENTA MAIS DE 60 ITENS PARA A PÁSCOA

Entre as novidades estão os Ovos Dreams Napolitano e Dreams Coco, Ovo Caramelo Crocante, Ovo Premium 500 g e linha artesanal

A Cacau Show apresenta sua linha especial de Páscoa, que chega com mais de 60 itens para comemorar essa data tão aguardada pelos chocólatras de plantão. Com ovos trufados, crocantes, premium e decorados artesanalmente, além de uma linha com tabletes, coelhinhos e trufas, a maior rede de chocolates finos do mundo promete agradar a todos os gostos e idades.
O grande destaque da Cacau Show para a data é o Ovo Dreams, elaborado com chocolate ao leite e casca recheada de trufa. Essa linha, que é uma das mais procuradas no período, ganha dois novos e surpreendentes sabores: Ovo Dreams Napolitano, com casca externa ao leite recheada com trufa de morango e casca interna de chocolate branco; e o Ovo Dreams Coco, com um delicioso recheio da fruta. As famosas versões Ovo Dreams Trufa, Ovo Dreams Avelã, Ovo Dreams Mezzo e Ovo Dreams Maracujá, que já conquistaram os clientes, também fazem parte da Páscoa 2011 da marca. Todos os ovos Dreams têm 400 g e custam R$ 39,90.
Outra novidade da marca é o Ovo Caramelo Crocante 300 g, uma deliciosa combinação do chocolate ao leite com crocante de caramelo e nougat. Seu grande diferencial está no sabor, que promete agradar aos paladares mais refinados. O Ovo Caramelo Crocante vem com minitabletes e pode ser encontrado a partir de R$ 26,90.
Entre os clássicos da marca está o famoso Ovo Mais Leite, elaborado com 28% de cacau e muito mais leite em sua formulação. O processo de fabricação também é mais longo, o que faz com que o chocolate fique ainda mais refinado e cremoso. A delicadeza do produto e a cremosidade são constatadas na primeira mordida e na sensação deliciosa que o produto proporciona ao se derreter na boca. Por isso é um produto que já conquistou os clientes de todo o País. Disponível em unidades de 200 g, custa a partir de R$ 21,90.
Também na lista dos mais aguardados, está o Ovo Montebello 300 g, um saboroso produto elaborado com chocolate ao leite e casca recheada de marshmallow tradicional. Preço a partir de R$ 39,90. Já para quem adora um chocolate branco, a dica é o Ovo Branco Cookies 200 g. É uma deliciosa opção, feita com chocolate branco cremoso com gotas de cookies de chocolate. Preço a partir de R$ 17,90.
Todo o carinho da linha artesanal
A Cacau Show vem encantando seus clientes a cada lançamento, com novos sabores e diferentes sensações. E nesta Páscoa não será diferente. A grife de chocolates finos preparou uma linha especial e artesanal, que traz ingredientes de qualidade para que o consumidor deguste e aprecie um bom chocolate. O grande destaque é o Ovo Premium 500 g. Ideal para presentear com sofisticação, além da linda embalagem, o produto traz bombons com um delicioso recheio cremoso e uma fina textura de chocolate, decorados artesanalmente. Preço: a partir de R$ 45,90.
Mas a lista de lançamentos não para por aí. A Cacau Show apresenta ainda uma linda Caixa Artesanal 290 g, que vem com bombons de trufas e coelhinhos de chocolate ao leite e branco, coloridos manualmente (a partir de R$ 29,90); e a Caixa Artesanal Coelhinhos Decorados, um presente muito acessível para encantar todas as idades, que traz chocolates coloridos em formato de coelhinho, ideais para decorar mesas, cestas e ninhos de Páscoa. Com 90 g, a caixa tem preço a partir de R$ 9,90.
E, para quem quer presentear de forma diferenciada e por um preço superespecial, a marca traz ainda dois produtos da linha Chocoarte: a plaquinha de chocolate ao leite e branco decorada com a mensagem “Feliz Páscoa” (a partir de R$ 3,90); e o Chocobicho, plaquinha de chocolate ao leite e branco decorada com o desenho de um coelho (a partir de R$ 3,90), ambos com 40 g. A Cacau Show apresenta também o Coelho Artesanal 120 g (a partir de R$ 14,90) e o Coelho Artesanal 70 g (a partir de R$ 8,50).
Esses e outros produtos da Cacau Show podem ser encontrados nas mais de 1.000 lojas da rede localizadas em todo o Brasil.

sábado, 26 de março de 2011

ESPORTES

Mongaguá recebe etapa final do Circuito de Verão de Corridas na Praia

Evento acontece no dia 27 de março na Praia de Itaóca. Mais de 400 corredores devem participar desta etapa do Circuito

A Organização Social Movimento Esporte Brasil, que tem sede em Peruíbe/SP, realizará, em parceria com a Prefeitura de Mongaguá, a terceira etapa do Circuito de Verão de Corridas na Praia, neste domingo (27), com largada e chegada na Praia de Itaóca, em frente ao posto do Corpo de Bombeiros. Com início às 9 horas, a etapa terá provas de 3, 5 e 10 km, além de caminhada de 3 km. A prova de 3 km será para corredores até 16 anos; os 5 e 10 km, a partir de 17 anos até corredores veteraníssimos. Já a caminhada, será destinada a pessoas de todas as idades. Todos que completarem seus percursos receberão uma medalha do evento e os inscritos ganharão uma camiseta oficial da prova.

A proposta do Circuito de Verão é movimentar, nestes primeiros meses do ano, as cidades do Litoral Sul dando uma ótima opção de prática de atividade física e ao mesmo tempo ajudando a desenvolver o turismo na região. É uma forma de entretenimento para quem gosta de correr ou caminhar. Além disso, o objetivo é promover a integração de toda a família, pois há opções de participação para todas as idades.

O Circuito de Verão de Corridas na Praia, que já passou por Peruíbe e Itanhaém, para esta etapa de Mongaguá, conta com o apoio da Academia Espaço Físico, Casa Branca Consultoria Imobiliária, Nedasa, Vit Shop e Azevedo Materiais para Construção, além da Prefeitura de Mongaguá, Sabesp e Jornal do Esporte, parceiros desde o início do Circuito.

EQUIPES - Mais de 40 cidades já confirmaram presença nesta etapa do Circuito de Verão em Mongaguá, através de centenas de corredores e dezenas de equipes entre as quais: Sócorro (Socorro), Gras Fitness Academia (São Bernardo do Campo), DiqBem (Divinolândia), Pé na Estrada (Itanhaém), Gonzaga (Guarujá), Chumbregas (Santos), Vip Som (São Paulo) e Zatopeck (Itatiba) e, ainda, a equipe Arena Projetos / Helena Sales Turismo, da anfitrião Mongaguá.

CATEGORIAS - O Circuito de Verão de Corridas na Praia terá categorias diferenciadas para as provas de 3, 5 e 10 km. Para os 3 km, poderão se inscrever corredores até 16 anos de idade (nascidos a partir de 1995), um incentivo para os menores. Serão três categorias nos 3 km: até 12 anos (nascidos a partir de 1999), 13-14 anos (nascidos em 1997/1998) e 15-16 anos (1995/1996). Para os 5 e 10 km, só serão aceitas inscrições de corredores nascidos até o ano de 1994, ou seja, que já tenham completado ou que completem 17 anos em 2011. Confira as categorias masculinas e femininas para os 5 e 10 km: 17-19 anos (1992/1994); 20-24 anos (87/91); 25-29 anos (82/86); 30-34 anos (1977/81); 35-39 anos (72/75); 40-44 anos (67/71); 45-49 anos (62/66); 50-54 anos (1957/1961); 55-59 anos (1952/1956); 60-64 anos (1947/1951); 65-69 anos (1942/1946) e 70 anos + (nascidos até 1941). Para participantes na caminhada, a idade é livre.

MIDIA - Nas etapas anteriores, além do Jornal do Esporte, o Circuito de Verão de Corridas de Praia contou com a cobertura jornalística da ESPN Brasil, TV A Tribuna (afiliada da Rede Globo na Baixada Santista e Vale do Ribeira), Nosso Jornal, Jornal O Clarim, Jornal O Mirante, Jornal Atividade Física, Jornal Fatos, Rádio Anchieta, Programa Fôlego da Rádio Bandeirantes, além de diversos sites relacionamento de corridas como o Runner Brasil.com.br, edsoncorredor.com.br, Atividade Física.com.br, entre outros.

Outras informações sobre o Circuito de Verão de Corridas na Praia, através dos telefones: (13) 3453-3058 / 9758-0895 / 9702-4299 / contato@movimentoesportebrasil.org.br ou pelos sites www.runnerbrasil.com.br e www.treinoonline.com.br

sexta-feira, 25 de março de 2011

Comércio




“Itanhaém precisa investir urgentemente em qualificação”

O empresário José Maria Siqueira Alves, proprietário dos supermercados Prático de Itanhaém afirma que a falta de mão de obra capacitada pode prejudicar o crescimento do Município

Tema que preocupa a maioria dos lojistas e comerciantes locais, a qualificação da mão de obra foi enfocada pelo empresário José Maria Siqueira Alves nesta entrevista. Proprietário dos supermercados Prático, o comerciante é também diretor regional da Associação Comercial na região do Suarão. Em sua avaliação, “é preciso prestar atenção com urgência à carência de mão de obra qualificada. Temos centenas de jovens querendo entrar no mercado de trabalho, mas sem a mínima capacitação”.

Qual o peso da falta de capacitação profissional hoje para o comerciante da região?
“Tem um peso significativo. Nos últimos anos, a economia cresceu e isso reduziu os índices de desemprego. Mas um comércio ter vagas não significa que ele vá conseguir preencher essa vaga. No meu setor, falta pessoal qualificado para ocupar funções como açougueiro e padeiro. Não é só na minha loja. Todos os supermercados estão enfrentando este problema. O comerciante local já convive com inúmeros desafios no dia a dia, principalmente de ordem tributária e negociação de preços com as fábricas. A questão da mão de obra se tornou um peso, uma carga difícil para o comerciante que tem vaga mas não consegue contratar”.

Qual a saída para este problema?
“Entendo que o Município, de modo geral, precisa se ater a esta realidade, prestar mais atenção no vazio que existe atualmente em relação à formação profissional. Não é um problema apenas do Poder Público, mas de toda a sociedade, dos setores organizados, entidades, inclusive a ACAI”.

Inclusive tem sido uma preocupação da atual diretoria da ACAI a capacitação profissional.
“Sem dúvida. Tenho acompanhado as últimas declarações do presidente Eliseu e acredito que a ACAI pode ser fundamental neste processo. Creio que poderia ser criada uma sala de treinamento, que atenderia a todos os setores, com cursos específicos. Por exemplo, no meu setor, teríamos cursos para novos açougueiros, padeiros, operadores de caixa e auxiliares administrativos, que são funções carentes no mercado local. Soube que alguns restaurantes também gostariam de ter uma cozinha de treinamento para formar cozinheiros, ajudantes e garçons. Acredito que outros segmentos possam ter o mesmo objetivo”.

No seu setor, o poder aquisitivo da população aumentou nos últimos anos?
“Acho que no setor de supermercados caiu de dois anos para cá. Isso porque a facilidade de crédito fez as famílias se endividarem. É muito carnê”.

Pode-se afirmar que o consumidor ficou mais exigente nos últimos anos?
“Com certeza. Até porque a Cidade ganhou novas redes varejistas, o que dá mais opções para o consumidor. Mas a concorrência sempre é positiva. É uma oportunidade de melhorarmos o atendimento, treinamento e marketing”.

Na condição de empresário, qual a sua opinião sobre a reforma tributária que o Governo Federal promete há décadas?
“Olha, está aí um grande problema enfrentado pelo varejo no Brasil. É muita taxação e burocracia. Cada vez aumenta mais. Agora lançaram um novo sistema para o qual não encontramos gente treinada para operar. Isso toma muito tempo do comerciante, atrapalha nosso dia a dia”.

Você congrega em entidades do setor supermercadista?
“Fazemos parte da Associação Paulista de Supermercados, a APAS, que une os empresários do setor e procura defender as nossas reivindicações”.

Como entende a expectativa em cima da Petrobras?
“Vejo isso tudo com muita preocupação. Ainda sabemos pouco dos projetos da Petrobras para a região. Esperamos que a Cidade se prepare adequadamente para não sofrer com problemas sociais. Por outro lado, no mercado imobiliário da região, parece que está havendo um efeito cascata, porque os investimentos que chegam a Santos acabam refletindo aqui no Litoral Sul”.

Como vê a atuação da ACAI no comércio local?
“A ACAI desenvolve um papel importante na defesa dos interesses do comércio. Além dos cursos e palestras que oferece, procura estar a par das mudanças na legislação e decisões da esfera pública que, de alguma forma, interfiram no dia a dia do comerciante. Também vejo a ACAI apoiando o turismo e participando de ações relacionadas à segurança, o que mostra a sua importância dentro de Itanhaém. Faço parte da ACAI e acredito que a entidade tem muito a crescer nos próximos anos”.

terça-feira, 22 de março de 2011

Há 14 anos - A História do Jornal Fatos

• Circulava o Fatos n. 68, em 06 de dezembro de 1997, trazendo notícias, informações e prestação de serviços. Algumas das principais manchetes daquela edição:
- “Erro do IMES causa mudança no concurso” - serão promovidas novas provas para as vagas de Engenheiro
- “Título do Editorial: Cuidar do que é nosso, tratando da manutenção das praias e do incentivo ao turismo”
- “Em artigo na página 2, o prefeito João Carrasco denomina Covas de "o governador do saneamento”
- “Na seção Falando Francamente, o jornalista Almir Garcia fala sobre a abertura da avenida da praia e lamenta o falecimento do comerciante Ernesto Bechelli, pai do diretor de Cultura da Prefeitura”
- “Em sua coluna política na página 3, André Caldas comenta o veto do Executivo ao projeto de lei do vereador Pedro Klein que cria o Instituto Histórico e Cultural de Itanhaém. Também especula sobre a possível ida do vereador Massu para o PSDB, a convite do presidente eleito da Câmara, Luiz Barbosa”.
- “Vereador Luiz Barbosa elogia Mário Covas pelo retorno do Sion” - a obra não estava prevista no projeto original da duplicação e só foi conquistada após audiência no Palácio dos Bandeirantes
- “Vereador Zé Lelé pede a João Carrasco que adquira microônibus e vans exclusivas para a Secretaria de Esportes”
- “Moradores do Morro dos Esquecidos aguardam melhorias por parte da Prefeitura”. - a comunidade de 31 famílias vive na área entre o mangue e a linha férrea, no trecho Centro-Belas Artes
- “Sobram imóveis para locação de temporada”
- “Procon de Itanhaém orienta sobre compras de fim de ano”
- “Mercado Municipal deve passar por reforma” - o local se transformou em dormitório para famílias indígenas que comercializam palmito na feira
- “Prefeitura não garante a abertura da R. João Mariano em direção ao Mosteiro”
- Em anúncio de página dupla, a Fiat Sorella anuncia as novidades para 1998: Pálio ED em 60 prestações de R$ 247,76”
- Em seu Diário de Viagens, as narrativas do jornalista Nahor Monteiro
Esportes
“Vôlei do técnico Zé Lelé faz final contra Osasco”
“Na coluna Sequência Radical, Morcego escreve que Akio Saito pode ser campeão paulista de surf”
“Spy, do técnico Kleiton Lima, vence o Campeonato Municipal de Futebol Feminino, ao golear o Savoy por 3 a 0. Kleiton reclamou que faltou prestígio por parte do público de Itanhaém. "Não tinha torcida nem na final”, declarou.

Bom dia Litoral Sul


André Caldas

Saúde Regional
Reunião no Gabinete da Prefeitura de Itanhaém na manhã desta segunda-feira reuniu os secretários de Saúde da região.
- Presentes também os prefeitos João Carlos Forssell, Milena Bargieri e Paulinho Wiazowski.
- Eles recepcionaram o diretor da Agência Saúde, David Uiop. O órgão criado pelo governador Geraldo Alckmin para coordenar a saúde na região e que terá R$ 90 milhões para investimentos emergenciais.
- A ampliação do número de leitos foi discutida. O Hospital de Itanhaém, por exemplo, terá dobrada o seu número de leitos, de 70 para 140.
- Na reunião, foi externada a preocupação com a saúde do idoso e com doentes psiquiátricos.

Na Câmara
- A sessão de ontem da Câmara teve como debate principal o financiamento de R$ 16 milhões que a Prefeitura está obtendo junto ao Governo Federal.
- Os recursos servirão para pavimentar ruas nos bairros da região do Tropical e Sion.

Polêmicas
- Ótima repercussão no Facebook a respeito do nosso artigo "Cidade Horizontal ou Vertical?". Foi o assunto mais lido em nosso blog nos últimos três dias.
- Alguns extrapolam nos comentários e desrespeitam a opinião de outros leitores. Xingam até a mãe. Imaginem estes pré-candidatos um dia na Câmara? Serão cassados por quebra de decoro porque não aceitam as opiniões contrárias.
- Mas o importante é que o tema seja debatido e a legislação sobre a construção de prédios seja revista. Se vai liberar ou não, é outra história.
- Aliás, como dissemos, importante é que todos os temas sejam debatidos, até que prevaleça a vontade da maioria da população.

domingo, 20 de março de 2011

ARTIGO ANDRÉ CALDAS




Cidade vertical ou horizontal?

Tem gente que é a favor. Outros que são contra. Diferenças a parte, cabe um debate sério e organizado a respeito deste antigo assunto que é a liberação de prédios com mais de 11 andares na orla itanhaense.

Num momento em que todos os olhos do mercado da construção civil se voltam para o Litoral Sul, é importante para a sociedade começar a analisar os prós e os contras desta fase de bonança que chegou a Itanhaém nos últimos quatro anos e começa a pressionar as autoridades para que promovam mudanças e adaptações na legislação local.

São muitos os exemplos de que Itanhaém é a bola da vez na economia regional e isso já foi reafirmado inúmeras vezes pelas autoridades regionais que visitam a Cidade. Seja pela extensão territorial, disponibilidade de áreas à beira da estrada e também pela localização, a Cidade vê crescer o interesse do empresariado também por causa da efetivação da presença da Petrobras por aqui.

Sabe-se, desde que a estatal adquiriu o porte robusto de gigante petrolífera, que a sua chegada a uma região traz a reboque outras dezenas de empresas. Claro, todo mundo quer estar onde a Petrobras estiver. É a lei do mercado.

A grande dúvida do Município é saber como lidar com a especulação imobiliária que já se avizinha e movimenta os empresários do setor. Proprietários de áreas nobres estão sendo “atacados” e pressionados impiedosamente pelo mercado imobiliário. As ofertas levam os donos dos terrenos a mudar de opinião rapidamente, pelo valor oferecido e rapidez no pagamento. Não dá pra dizer não, dizem os proprietários, muitos dos quais sempre fizeram jogo duro ante as propostas dos corretores locais.

Bem, se há tantos imóveis valorizados sendo vendidos e em locais propícios a edifícios de grande porte, cabe inserir neste contexto a questão da verticalização da Cidade. É um debate antigo, que já provocou discussões acaloradas e gerou um arremedo de lei que afastou daqui, há doze anos, muitos investidores.

Quem tem medo do debate certamente vai preferir que a situação fique no patamar atual, onde o máximo permitido é onze pavimentos. Quem prefere abrir a Cidade ao desenvolvimento equilibrado vai preferir que o assunto seja levado à discussão o quanto antes. E não se fala apenas em edifícios, mas de condomínios horizontais, cuja lei ainda é recheada de pontos de interrogação.

Porque sem uma lei adequada, atualizada e bem elaborada, a Cidade corre o risco de perder investimentos, aporte considerável de dinheiro e acima de tudo deixar escapar a oportunidade de solidificar a sua economia ante a chegada de gigantes como a Petrobras, Extra e outras marcas de relevância na Bolsa de Valores.

Em 2012

sábado, 19 de março de 2011

Política Regional




PR-SP realiza Encontro Regional da Baixada Santista

O Diretório Estadual do Partido da República – São Paulo, juntamente com o Diretório Municipal do PR – SANTOS, realizam grande Encontro Regional do PR da Baixada Santista, no próximo sábado (26), das 14 às 17 horas, no Parque Balneário Hotel, em Santos.

O evento contará com a participação especial, já confirmada, dos deputados Valdemar Costa Neto (federal) e André do Prado (estadual), bem como do senador Magno Malta (líder do PR no Senado Federal/Presidente da CPI da pedofilia), que ira ministrar uma palestra sobre a “Pedofilia no Brasil”, como também ira discorrer sobre alguns itens importantes que constam da proposta de reforma política, matéria em tramitação no Congresso Nacional, principalmente, pelo fato deste tema refletir diretamente nas eleições municipais do ano que vem.

Segundo o presidente do Diretório Estadual, Tadeu Candelária, um dos principais objetivos deste encontro é fortalecer o Partido nas diversas cidades da região, além de realizar discussões importantes com relação às próximas eleições, finalizou.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Nosso 1º ano no PMDB de Itanhaém




IMPORTANTE É PARTICIPAR DOS DEBATES POR UMA CIDADE MELHOR, COM OPORTUNIDADES PARA TODOS

Zé Roberto

Estamos comemorando um ano na presidência do diretório do PMDB de Itanhaém. A trajetória do partido neste período foi marcada pela freqüente participação nos debates mais importantes do Município, todos buscando o desenvolvimento econômico e social e o bem estar da população.

Na condição de pré-candidato a prefeito, estamos levando o PMDB para os bairros, filiando novas lideranças, abrindo espaço para a opinião e participação dos mais antigos no partido. Hoje, nossa, pré-candidatura é um consenso dentro do partido mais antigo em atuação no Município. O PMDB, que um dia se chamou MDB, já elegeu três prefeitos em Itanhaém: Dr. Edson em 1982, Jaime Carrasco em 1988 e João Carrasco em 1996. Infelizmente, de 2000 até o ano 2009, o partido sempre viveu à margem de outras legendas, com pequena participação inclusive no Legislativo. Atualmente o partido não possui nenhum vereador.

Mas, desde a nossa posse, o PMDB se encorpou, atraiu a participação de empresários, lojistas e lideranças setoriais. Na campanha eleitoral do ano passado, por exemplo, o partido se destacou pela ampla votação transferida para o deputado estadual reeleito Jorge Caruso, coordenador do PMDB para a Baixada Santista.

Hoje, a bandeira principal que o PMDB empunha atualmente é pelo crescimento ordenado e equilibrado do Município. Estamos observando algumas movimentações a respeito da Petrobras e da atividade comercial, com novas redes chegando. Mas de nada adianta a cidade atrair investimentos sem estar preparada para conviver também com o custo social, a exemplo do que aconteceu com Macaé, a cidade fluminense que recebeu a Petrobras, comemorou antes da hora e hoje é inteiramente cercada de favelas.

Zé Roberto é presidente do diretório do PMDB em Itanhaém

segunda-feira, 14 de março de 2011

LEGISLATIVO




Regina do PT se destaca em debate na Câmara nesta segunda-feira

A sessão plenária promovida na noite de hoje na Câmara Municipal teve como protagonista a vereadora Regina do PT. A parlamentar foi a que mais utilizou a tribuna para defender as suas proposituras e opinar nas demais. Em todos os temas, a vereadora fez questão de apresentar seu ponto de vista.
Com casa cheia, a parlamentar aproveitou para cobrar providências em vários setores, como Educação, Transportes e Urbanização.
Mas foi o debate com os vereadores da bancada governista que a vereadora do PT se destacou. Recebeu aplausos toda vez que se manifestou. O tema em questão era o questionamento ao repasse de R$ 600 mil que o Ministério da Integração Social prometeu para obras emergenciais contra alagamentos em áreas de risco. Como alguns vereadores governistas colocaram em dúvida se o repasse seria feito ou não, por causa do excesso de burocracia da esfera federal, a petista fez uso da palavra e elencou a participação dos Governos Lula e Dilma no Município desde 2002.
Bem documentada com números e estatísticas, Regina do PT procurou comprovar que o Governo Federal se faz presente em Itanhaém em vários programas e investimentos, como o Minha Casa Minha Vida e o SAMU.
De autoria da vereadora, foi entregue uma Moção de Aplausos aos membros do grupo jovem da Paróquia local.
A sessão teve ainda como destaque o debate dos parlamentares em cima da “lei das placas”. Os vereadores pediram fiscalização maior também “em cima das grandes imobiliárias”.

domingo, 13 de março de 2011

Eleições 2012




“Estamos preparados para receber as novas lideranças no PSDB”

Novo diretório elegeu Forssell para o comando da Executiva Municipal

Forssell garantiu que o partido prepara um projeto vitorioso para 2012


O prefeito João Carlos Forssell foi eleito na tarde deste domingo o novo presidente da Executiva local para o próximo biênio. A eleição aconteceu na Câmara Municipal e reuniu 44 membros do diretório, além de diversos líderes partidários.

Entre as atribuições do novo presidente está a condução do PSDB no processo sucessório de 2012. Forssell terá amplos poderes para trazer novas lideranças para o partido e interferir diretamente na definição do candidato tucano à Prefeitura no ano que vem.

Conforme antecipou em seu blog, o vice-prefeito itanhaense Ruy Santos não compareceu à convenção, apesar da presença de praticamente todo o seu staff político no evento, entre eles os vereadores José Renato Oliva - cotado como seu futuro vice - e Alexandre da Regional. O vice-prefeito comunicou no blog na última sexta-feira que está de saída do partido. PR e PTB são seus destinos mais prováveis.

Em seu discurso, Forssell lembrou a trajetória do PSDB no Município desde 2004 quando, pela primeira vez, o partido conseguiu eleger um prefeito. Citou também a reeleição em 2008 e a forte participação no Legislativo, ocupando sempre três das dez cadeiras.
Forssell também comunicou aos filiados que o PSDB “está de portas abertas para receber novas lideranças e que o projeto para 2012 será desenhado após consultas às bases”.

Segundo ele, “unindo a experiência dos tucanos históricos com as novas lideranças que estão chegando, o PSDB se tornará ainda mais forte, organizado e respeitado, como tem sido até hoje até pelos adversários”. Para Forssell, o PSDB terá o melhor candidato a prefeito em 2012, como aconteceu nas duas últimas eleições.

Como tem feito em todas as ocasiões nos últimos meses, o prefeito aproveitou o microfone para anunciar novas conquistas para o Município. “Estive na sexta-feira com o governador Geraldo Alckmin, que me abraçou e prometeu auxilio à saúde do Município. Conseguimos apoio para a duplicação do número de leitos do nosso hospital, passando de 70 para 140. Já ordenei a desapropriação da área da antiga rodoviária da Breda e vamos dar um salto de qualidade na saúde no próximo ano”.

Ainda na sexta, na Capital, foi recebido pela secretária estadual de Saneamento, Dilma Pena. “Conseguimos mais R$ 3,5 milhões para as obras de esgoto e pavimentação no Oásis. Essa é uma notícia para comemorar, porque já estamos investindo ali mais de R$ 10 milhões. O Oásis será o bairro com melhor infraestrutura da Cidade, porque terá 14.000 metros de rede de esgoto e 60.000 metros quadrados de pavimentação. Nenhuma outra administração chegou ou chegará nem perto disso. Quero aqui convidar vocês também para a cerimônia de entrega de 128 casas no Guapurá, que faremos no próximo sábado”.

“Isso é credibilidade. Poucas prefeituras conseguem tantos convênios com o Governo do Estado e a União se não tiverem com suas contas em dia”.






Em foco




Prof. Regina Célia, vereadora em segundo mandato (PT) e pré-candidata a prefeita

Única mulher no Legislativo, a pré-candidata a prefeita prof. Regina Célia (foto) empunha bandeiras em favor da instalação da Delegacia da Mulher.

Como vê a presença da mulher na política?
“A mulher ainda ocupa pouco espaço na política, mas já avançamos ao eleger a primeira mulher à Presidência da República. As organizações político-partidárias, comunitárias, órgãos públicos e a iniciativa privada devem tomar medidas para incentivar a atuação da mulher, dar mais visibilidade às lideranças femininas em todos os segmentos da sociedade. A mulher tem um olhar diferenciado, é mais sensível aos problemas sociais da população”.

Como está o processo para a implantação da Delegacia da Mulher?
“Organizei dois abaixo-assinados, com mais de duas mil assinaturas, solicitando a celebração de convênio entre a Prefeitura de Itanhaém e o governo estadual para a implantação da Delegacia de Defesa da Mulher. Na Região Metropolitana da Baixada Santista, apenas Itanhaém não possui DDM. A Lei Maria da Penha representa uma grande conquista na luta contra a violência doméstica. No entanto, o Poder Público precisar consolidar a rede de proteção e assistência às vítimas. A mulher precisa receber amparo policial, jurídico, social e psicológico para tomar a decisão e reconstruir a vida, longe da violência. Consegui a aprovação da lei que cria o Conselho Municipal da Mulher”.

Por que a iniciativa de homenagear a fonoaudióloga Paula Vegas com o nome do ambulatório do Mosteiro?
“O assassinato da fonoaudióloga Paula Vegas interrompeu a vida de uma jovem querida e admirada por muitas pessoas. Foi um choque pra quem, como eu, conhecia a Paula Vegas e acompanhava o trabalho dela, dedicado ao programa de aleitamento materno. Ela é um grande exemplo para o funcionalismo público, realizou um trabalho de amplo alcance social. Por tudo isso, quero prestar uma singela homenagem a uma mulher que fez a diferença na vida de muitas outras mulheres e crianças. Como o trabalho dela ficou concentrado, nos últimos anos, na unidade de saúde do Mosteiro, creio que é justo dar o nome dela ao ambulatório, onde realizou parte da vida profissional. É uma homenagem simples, diante do grande serviço prestado pela Paula às inúmeras famílias de Itanhaém”.

A senhora é pré-candidata à Prefeitura de Itanhaém em 2012?
“Tenho intenção sim, mas uma candidatura não se constrói apenas com boas intenções. É necessário contar com o apoio do partido e a aliança com outras legendas partidárias. A partir daí, discutir projetos para a Cidade. Creio que o momento é propício para mudanças. A cidade precisa de novas atitudes e um governo voltado para as questões sociais. Estou exercendo meu segundo mandato. Ao longo desse tempo, tive a oportunidade de conhecer a realidade dos bairros. No entanto, o trabalho do Legislativo é limitado, pois não tem como executar obras e serviços. Apenas faz indicações, requerimentos, fiscaliza, cobra providências, mas, no fim, é o prefeito que decide o que vai ou não fazer. É esta oportunidade que busco, governar o Município, contribuir para a melhoria de vida da população”.

sábado, 12 de março de 2011

PONTO DE VISTA




Uma solução metropolitana

ALGUNS PROBLEMAS SÓ SE RESOLVEM EM CONJUNTO

Zé Roberto

Está cada vez mais clara a urgência na retomada do debate em cima de algumas questões que afetam diretamente a população da Baixada Santista. São situações preocupantes, com graves conseqüências caso não sejam enfrentadas o quanto antes pelas prefeituras das nove cidades. A destinação do lixo doméstico é um destes assuntos.

Desde que a legislação apertou o cerco às prefeituras e determinou o fechamento dos chamados lixões, com multas pesadas em cima daqueles prefeitos que descumprirem a ordem, tornou-se caro demais dar destino final aos resíduos sólidos.

Com isso, as cidades da região, não tendo mais onde despejar o lixo, se viram na obrigação de transportar este material até a cidade de Mauá, onde é armazenado num aterro sanitário aprovado pela Cetesb. Mas tudo isso tem um custo. Não apenas de transporte, mas com as taxas exigidas pela cidade do ABC.

Aliado a tudo isso, tem ainda a legislação ambiental que, nos tempos atuais, virou um pesadelo para as cidades da Costa da Mata Atlântica. Sob a bandeira da preservação a qualquer custo, travou o desenvolvimento das cidades porque primeiro proíbe e veta todo e qualquer empreendimento. Só depois, uma década depois, é que seus “estudos comprovam que tal empreendimento não causaria impacto considerável ao ecossistema”. Este trecho consta no processo que “liberou” o Xuxa Water Park, vetado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente em 1998. Mas agora é tarde.

Como a legislação ambiental que dita as regras da destinação dos resíduos sólidos (lixo) está severa com a manutenção dos lixões e aterros, o que resta aos nove prefeitos metropolitanos é buscarem um projeto que trate da incineração do lixo. Uma usina, que serviria a região como um todo, sob a gestão da AGEM, Condesb ou órgão similar, que resolveria o problema, barateando o custo da estocagem e transporte do lixo até Mauá.

Ao que consta, tal assunto deve ser colocado na pauta do Condesb ainda este ano, com a expectativa de ser viabilizado dentro dos próximos dois anos. É uma saída satisfatória. Provando que alguns temas metropolitanos são tão espinhosos quanto urgentes.

Zé Roberto é presidente do diretório do PMDB e pré-candidato a prefeito de Itanhaém

quinta-feira, 10 de março de 2011

Sucessão Municipal




Pré-candidato, Marco Aurélio reforça as parcerias para 2012

- Presidente da Câmara intensifica agenda de compromissos políticos nos bairros
- Proximidade com secretários estaduais favorece a obtenção de novos apoios
- Na última reunião do Condesb, Marco Aurélio foi convidado para audiências por prefeitos da região


O presidente da Câmara de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes (PTB), entrou pra valer na corrida pela sucessão do prefeito João Carlos Forssell (PSDB). Pré-candidato à Prefeitura, Marco Aurélio reserva parte expressiva do seu expediente para compromissos públicos nos bairros, atendendo a convite de associações de moradores e pré-candidatos a vereador. Também está se dedicando a estreitar os contatos com os secretários estaduais e deputados, além de lideranças regionais. O objetivo é ocupar espaços e captar ideias e ampliar o diálogo com os setores sociais.

A proximidade com o prefeito é outro ponto explorado pelo pré-candidato. “Quero concorrer à Prefeitura de Itanhaém com o apoio do Forssell. É uma das principais plataformas da minha pré-candidatura. Reconheço a importância deste Governo para o Município nos últimos seis anos. O Forssell é o maior líder político atualmente na Cidade”, afirmou Marco Aurélio.

Em relação à sua função como presidente do Legislativo, Marco Aurélio garante que administra bem o seu expediente. “Na Câmara, recebo lideranças todos os dias, lido com a pauta, encaminho reivindicações, faço a interlocução com o Executivo e debato a todo instante com os demais parlamentares a respeito das proposituras apresentadas. Estamos trabalhando firme para ampliar o alcance da Câmara. Não queremos um Legislativo isolado, longe da população. Por isso, vocês que acompanham o plenário têm observado que as primeiras sessões do ano foram de casa cheia. Por outro lado, não fujo à responsabilidade de concorrer a um cargo de maior representatividade. Estou administrando bem o meu tempo e as minhas atividades”.

Marco Aurélio também comentou a repercussão à sua pré-candidatura, que foi anunciada em primeira-mão pelo jornal FATOS, em janeiro. “A repercussão tem sido a melhor possível. Acima da expectativa. Num momento pré-eleitoral como esse, é essencial prestar atenção à reação da população. Posso afirmar com convicção que a minha pré-candidatura chegou às ruas e ganha corpo e força a cada dia que passa”.

Para ampliar o conjunto de lideranças o presidente da Câmara conta com apoio de vereadores, pré-candidatos, diversos secretários municipais e presidentes de associações de moradores que já confirmaram apoio à sua plataforma política para 2012. “É um projeto amplo e abrangente, que tem sim apoio de diversos setores da classe política, mas que está sendo construído nos bairros, em contato direto com as associações de moradores”, concluiu Marco Aurélio.

“Sou pré-candidato a prefeito e quero o apoio do prefeito Forssell”

quarta-feira, 9 de março de 2011

INAUGURAÇÕES

Deputados são esperados na Cidade em abril

Abril será um mês de diversas inaugurações em Itanhaém. Por conta disso, o Gabinete do prefeito João Carlos Forssell já está agendando a participação de deputados e secretários estaduais nas solenidades que entregarão à população obras como o recapeamento da Estrada do Mambu, que contou com apoio do deputado estadual reeleito Samuel Moreira (PSDB), e do asfaltamento da Rua Mamédio Tambuque, no Belas Artes, que teve recursos provenientes de emenda do deputado federal reeleito Ricardo Tripoli (PSDB). Em todas as inaugurações, Forssell apresentará balanço das obras de infraestrutura nos últimos seis anos, com números que surpreenderão a população.

HÁ 14 ANOS

• Circulava o Fatos n. 67, em 29 de novembro de 1997, trazendo notícias, informações e prestação de serviços. Algumas das principais manchetes daquela edição:
- “Concurso: provas definem novo quadro de servidores”
- “Câmara encerra as inscrições na sexta-feira”
- “Título do Editorial: Sem planejamento a Cidade não vai”
- “Em artigo na página 2, o prefeito João Carrasco escreve sobre a proximidade da temporada de verão”
- “Na seção Ponto de Vista, a opinião da colunista Zillah Murgel Branco”
- “Na coluna política André Caldas, os bastidores do projeto de construção da nova sede do Legislativo, em área ao lado do CMTC”.
- “Prefeitura quer antecipar calendário de verão”. - João Carrasco quer que parte dos eventos ocorram já em dezembro
- “Dra. Dulcinéia ganha pela terceira vez a eleição na OAB”
- “Trecho da Av. Condessa de Vimieiros muda de nome”. - O trecho em frente ao Satélite E.C. passa a ser denominada “Luis Roberto Arruda”. Na cerimônia de posse, foto do saudoso João Molina e do então presidente eleito da Câmara, Luiz Barbosa.
- “Recesso do Legislativo começa na próxima terça-feira”
- “Benigno reforça a fiscalização na temporada”. - o secretário de Comércio contratou mais 20 fiscais para vigiar as praias
- “Associação Comercial amplia horário do SCPC”
- “Cidade recebe seu primeiro grande empreendimento comercial”. - O Central Shopping, do empresário João Carlos Forssell, está sendo erguido nas antigas instalações da Simaco.
- “Esportes - Pela Segundona, Gaivota vence o Rio Branco por 4 x 1; São Fernando bate o Cantareira por 2 x 1.

terça-feira, 8 de março de 2011

Boa tarde Litoral Sul

EM OBRAS
Quem dizia que morreria sem ver Itanhaém ganhar um ginásio de esportes, pode esperar mais um pouquinho.
• Já foi publicada no Diário Oficial do Estado a abertura da licitação para as obras, de 4 milhões de reais, na área em frente ao Campão.
• Outro projeto que já está no Gabinete é o da futura pista oficial de atletismo, que será construída ao lado do campo do E.C. Camburiú.

Novo bairro
Politicamente falando, o Guapurá, o novo bairro de Itanhaém, pode sustentar com votos um vereador por muitos mandatos. Já tem até um pré-candidato estudando criar um time de futebol ali: o E.C. Guapurá.

Caninha 51
Superlotação de mendigos no pé do Convento. Vieram curtir o feridão.

AGEM
A Agência Metropolitana da Baixada Santista (AGEM) tem um novo diretor-executivo. Trata-se do engenheiro civil de 47 anos Marcos Aurélio Adegas, pós-graduado em Comércio Exterior e membro titular do Instituto Brasileiro de Perícias.
• Durante três anos e meio atuou como presidente municipal do PSDB em Santos.
• "O meu papel na AGEM será principalmente o de implantar políticas públicas metropolitanas, utilizando setores da sociedade”.

8 de Março

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

segunda-feira, 7 de março de 2011

Solidários, cada um a seu modo

Na grande enchente de 1981, que alagou a praça do Belas Artes, o exemplo notável de dois pré-candidatos a vereador

ANDRÉ CALDAS

Quem tem mais de 40 anos lembra-se da grande enchente que inundou o Belas Artes em 1981. Foi no verão de 81. A praça principal do bairro, a Ângelo Guerra, virou um piscinão.

Estudava ali perto quando a chuva começou. Na escola Belas Artes, no prédio que hoje abriga a Casa da Música. Choveu por três dias seguidos. Maré cheia e chuva torrencial dá nisso que vimos há uma semana: o rio “devolve” a água.

Na escola, acabou a luz. Fomos dispensados pela diretora D. Mercedes. Correndo e se divertindo na chuva, fomos para a praça.

Bem no meio da Praça Ângelo Guerra tinha uma escola infantil. Comportava umas 60 crianças. Acho que era a escola Leonor, que depois se transferiu para o Mosteiro. A praça foi reformada em 1997, num projeto patrocinado pela família Peralta (do antigo supermercado).

No meio da tarde, a enchente se tornou realidade. A água subiu mais de um metro. Invadiu a escolinha, levou pânico às professoras e alunos.

Do outro lado da rua, avistamos as crianças chorando, as professoras acenando e os comerciantes se preparando para começar o resgate dos meninos e meninas da escola infantil. A água subia.

Aos poucos, as crianças foram levadas nos ombros dos adultos para os cantos mais seguros.

Entre os adultos, duas pessoas bem conhecidas no Belas Artes: Camille Guerra e Domingos de Jesus.

Para acalmar as crianças, faziam brincadeiras, contavam piadas. “O Camille é que precisa de resgate”, ria o brincalhão Jesus, certamente zombando da baixa estatura do pequenino mas valente Camille.

Deu tudo certo. Todos resgatados. Todos salvos. Camille e Jesus, exaustos, foram abraçados pelos pais.

Na ocasião, eles militavam em lados opostos da política. Camille era do PMDB, oposição ao prefeito Miguelzinho, que tinha o apoio de Jesus.

Camille e Jesus eram pré-candidatos a vereador. Mais tarde, seriam mesmo eleitos e se tornariam representantes do nosso bairro.

Relembrei desta história agora por causa da inundação que a região do Belas Artes e Cibratel enfrentou há uma semana. A maré alta impediu a vazão completa do rio e muita gente perdeu móveis, roupas e comida.

E relembrei do episódio também por causa da internet onde, semana passada, alguns pré-candidatos a vereador, de oposição ou não, sei lá, fizeram troça da desgraça alheia. Escreveram impropérios numa hora imprópria. Curtiram e se abraçaram porque a inundação “tira votos do Governo”, vejam só.

Camille e Jesus estão no céu. Foram bons políticos no meu bairro.


* André Caldas é editor de jornais

.

Artigo

O destaque é o comércio

André Caldas

A geração de empregos em Itanhaém tem na atividade comercial o seu ponto forte. Por isso, a necessidade de seguir incentivando este setor

Analisando friamente as estatísticas de emprego e desemprego na Baixada Santista nos anos de 2009 e 2010 conclui-se que a posição de Itanhaém neste ranking tem como razão o forte crescimento da atividade comercial, especialmente em 2010, um ano em que a concessão de alvarás de funcionamento superou todas as marcas anteriores.

O comércio, em qualquer cidade, cresce de acordo com o poder de compra da população local. Se a renda familiar cresce, a atividade comercial acompanha este crescimento. Grandes redes se baseiam em estudos socioeconômicos antes de decidir pela abertura de novas unidades ou filiais. Quando observamos a chegada de marcas de expressão, redes varejistas consolidadas e um aquecimento sem igual nos valores dos imóveis no Centro e no Belas Artes, a conclusão é uma só: Itanhaém está crescendo substancialmente e este desenvolvimento passa, sem dúvida nenhuma, pela atividade comercial.

Não dá pra garantir se o crescimento seguirá no mesmo ritmo nos próximos anos. Mas, de todas as hipóteses para a economia local, o mais provável é que a onda de otimismo permaneça. Ou seja, tudo indica que o desenvolvimento está apenas começando. Isto porque a Administração Municipal confirma a sondagem por parte de grandes redes sobre a legislação mercantil em vigor na Cidade. Outro segmento do empresariado, o da construção civil, promove consultas freqüentes sobre a lei de uso e ocupação de solo, que disciplina a construção edifícios, condomínios e grandes empreendimentos. Sinal de que estão mesmo interessados.

Diante de um quadro assim, tão positivo e otimista, o grande mérito da Administração Pública pode ser a adequação e atualização das leis e o estabelecimento de ferramentas que incentivem e motivem ainda mais a atividade comercial e concentre esforços também nos quesitos apresentados pela indústria hoteleira, que já dá sinais de que Itanhaém terá em breve parte de sua carência de leitos suprida, por conta da abertura de novos hotéis e pousadas.

O crescimento está aí, visível. Resta ao Município escolher se vai aproveitar a onda de bonança. A outra opção é a indiferença à realidade que aí se mostra.

Bom dia Litoral Sul

PMDB terá candidato próprio
Sob direção do grupo de Michel Temer, o PMDB de São Paulo prepara nova resolução, obrigando os 350 diretórios municipais constituídos ou em formação a lançar candidato a prefeito ou a vice em 2012.

SOLA DE SAPATO
Bill da Estrela do Mar, pré-candidato a vereador bastante popular na periferia, tem frequentado campos da várzea.
• “Tem que andar a Cidade. Cada aperto de mão conta”.

Homenagens
O vereador Rogélio Salceda (PR) vai homenagear a assistente social Josiane Arrivabene por ocasião do Dia Internacional da Mulher, no evento anual da Câmara de Itanhaém.

“Não tenha pressa”
Em encontro em SP, o presidente da Câmara, Marco Aurélio (PTB), ouviu do secretário de Desenvolvimento Social, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), que política se faz em etapas.
• “Não precisa ter pressa. Importante agora é ter um forte grupo de sustentação, um alicerce bem constituído”.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Bom dia Litoral Sul

Impasse
A participação do DEM na eleição de 2012 pode depender das futuras ações do prefeito paulistano, Gilberto Kassab.
• Ele quer criar um novo partido, o PDB. Que deve se fundir ao PSB.
• Do deputado federal Gabriel Chalita (PSB): “Kassab entra no PSB por uma porta, eu saio por outra”, diz o desafeto do prefeito de SP.
• Chalita e Luiza Erundina também estudam a criação de um novo partido, voltado totalmente à Educação.

Salários
O secretário estadual de Turismo, Márcio França, que é presidente estadual do PSB, optou por receber o salário proveniente da Câmara Federal, já que é deputado reeleito, R$ 26,7 mil.
• Márcio França deve visitar o prefeito João Carlos Forssell em breve. Vai apresentar seu projeto de turismo religioso, uma espécie de “Caminho de Compostela”, relacionado a José de Anchieta.

Casa Paroquial
Definido o acordo, em breve a Prefeitura vai demolir a Casa Paroquial, na subida do Convento. A nova casa do padre será em terreno atrás do Santuário, na Av. Rui Barbosa.

Possibilidade
Caso Alexandre Cunha desista de concorrer à Prefeitura de Praia Grande no ano que vem, o cacique Alberto Mourão cogita lançar seu genro, Cássio Navarro, para a sucessão de Roberto Francisco.

FRASES
“É de fato um novo bairro,dotado de infraestrutura em saúde e educação para as 1.300 famílias”
JOÃO CARLOS FORSSELL, comentando o novo bairro de Itanhaém, o “Guapurá”

quarta-feira, 2 de março de 2011

PAINEL IMOBILIÁRIO

Prof. José Carlos

O mercado imobiliário e a sustentabilidade

A sustentabilidade parece ter conquistado definitivamente o mercado imobiliário. A busca pelo selo verde pelos edifícios brasileiros está a todo o vapor. Há quatro anos, havia somente um empreendimento interessado na certificação de “prédio verde”. Hoje são 79 edifícios que entraram com processo para conseguir a certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), selo conferido pela entidade americana US Green Building Council.
Duas edificações conseguiram a pré-certificação no segundo melhor nível (platina) e devem receber o registro definitivo até o final do ano. São elas: o Rochaverá Corporate Towers (da Tishman Speyer e Autonomy Investimentos), na capital paulista, e o Ventura Corporate Towers (da Tishman Speyer e Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário), no Rio de Janeiro. Os empreendimentos são fruto de um investimento de R$ 600 milhões e R$ 450 milhões, respectivamente.
Dos já certificados, destaque para uma das unidades do Laboratório Delboni Auriemo, que acaba de receber o certificado LEED. Ela foi inaugurada em janeiro último e está localizada na Avenida Luis Dumont Villares, na região de Santana, zona Norte de São Paulo.
Segundo o Green Building Council Brasil, capítulo brasileiro do USGBC, até o mês passado, no Brasil somente a agência do Banco Real em Cotia, região metropolitana de São Paulo, havia conquistado o certificado LEED.
Saiba mais acessando: http://www.gbcbrasil.org.br/pt/download/guiaparaconstrucaosustentavelgbcb.pdf
É lógico que precisamos criar nossa própria certificação verde, algo como, obrigar os construtores seguirem algumas regras, tais como: reciclagem do próprio resíduo sólido (através de parcerias com cooperativas de reciclagem local); reuso de água (para regar jardins); captação de águas pluviais (para lavar carros do condomínio, as calçadas, fachadas); uso de energia solar (nos espaços de uso comum); telhado verde; cores claras nas fachadas e tetos; uso de mão de obra local; obrigatoriedade de colocar obras de arte de artistas locais nos empreendimentos.
Isto tudo sendo válido também em pequenas obras particulares ou públicas (casas, comércios, escolas, hospitais, etc.). Enfim podemos crescer, gerar emprego e renda e ao mesmo tempo ter Consciência Ecológica e Social, somente através da construção civil consciente é que atenderemos ao tripé do desenvolvimento moderno: preservar a natureza, construir com lucratividade e ter responsabilidade social.

terça-feira, 1 de março de 2011

Bom dia Litoral Sul

Dividindo pra crescer
No Governo, é certo afirmar que os dois grupos que hoje disputam a indicação de Forssell para a candidatura em 2012 acabarão se unindo.
• “No tempo certo”, disse uma felpuda (bem felpuda) e experiente raposa da política local.

Convenção do PSDB
Está agendada para o dia 13 de março a Convenção Municipal do PSDB.
• Nesta data, Henrique Forssell deverá ser reconduzido à presidência do diretório.
• O acordo foi vaticinado no dia 18, em jantar reunindo os membros do tucanato local.

Troca de ideias
Marcel Camargo, Marco Aurélio, Juninho da Kiron, Silvio Lousada, vereador Rogélio e André Caldas jantaram ontem no Deck Restaurante. As ideias fluíram.